A sociedade vive um boom tecnológico impulsionado pela pandemia, que estimula o cross entre empresas inovadoras e permite aprimorar processos com a automação. É o caso da parceria entre fintechs e salestechs no Brasil. Cada vez mais, as startups de serviços financeiros implementam plataformas de CRM — Customer Relationship Management — para gerenciar leads e otimizar vendas.

Já são cerca de 12,7 mil fintechs atuando no País, segundo a Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Com uma estratégia agressiva de expansão, essas empresas precisam de um processo de pré-vendas, vendas e pós-vendas estruturado e adaptável às suas demandas.

Mas, afinal de contas, por que a sua startup financeira precisa de um CRM? Cezar Gehm, CEO da PipeRun — que atende mais de mil clientes, dos quais 30% desse segmento — lista quatro vantagens:

Organizar os dados e maximizar a produtividade em vendas

Deixe de lado planilhas, blocos de notas e agendas físicas. É preciso agilidade para captar leads — cada vez mais ansiosos por soluções rápidas. E lidar com um grande volume de dados é, e sempre será, um desafio. 

A empresa que trabalha com CRM tem a visão global da evolução das vendas em um dashboard com visualização fácil e completa — o pipeline. O cadastro dos leads é automático. E se a equipe de vendas estiver bem preparada, poderá atualizar as informações, ajudando a entender o perfil de cada cliente e filtrando de forma assertiva o tipo de atendimento que ele precisa.

Além disso, através de um sistema comercial é possível, por exemplo:

– Armazenar uma lista com nomes, telefones, e-mails e todas as informações importantes de seus contatos;

– Controlar todas as atividades das suas equipes, bem como o status das ações e a previsão de receitas;

– Acessar a agenda de atividades de todas as pessoas da sua força de vendas;

– Organizar seus leads — vindos de campanhas no Facebook Leads Ads ou de conversas no WhatsApp — dentro do funil de vendas;

– Acelerar o fechamento de vendas com assinatura eletrônica nativa dentro da plataforma.

Gerando valor para o cliente em cada etapa do funil

Vender bem é gerar valor para quem veio até você — em todos os pontos de contato. O sucesso do cliente deve ser sua maior preocupação. Com o gerenciamento de uma equipe comercial preparada, o CRM ajuda a organizar o timing correto para entrega da informação certeira na etapa do funil em que o futuro cliente se encontra. Ele receberá aquilo que precisa na hora certa. E isso vai gerar interesse, engajamento e confiança — um trio essencial para as fintechs.

Conhecer bem quem é seu cliente e como ele se comporta

Saber exatamente quem são os seus clientes é uma etapa fundamental para fidelizá-los. Com um CRM, a empresa é capaz de monitorar os serviços e as compras de cada um deles. Isso ajuda a categorizar os tipos de suporte pós-venda que eles precisam. E, também, a organizar as informações que permitam vender um novo pacote de serviços.

A equipe de pós-venda precisa ter um relacionamento próximo com esses clientes e estar comprometida a atualizar cadastros, adicionando informações relevantes — como números alcançados, preferências de processo de trabalho, frequência de uso e oportunidades de aprimoramento do uso da plataforma. 

Com informações detalhadas, é possível, através de automação, disparar emails com conteúdos relevantes e criar landing pages vinculadas — que ajudem a entender as dores e a curá-las.

Fidelizar e evangelizar seus clientes

O objetivo é deixar o cliente encantado com a sua marca. Quando você consegue entregar aquilo que ele precisa no momento certo, temos um cenário ideal. Você terá não apenas clientes fiéis, mas embaixadores de sua marca — aqueles que levantam a bandeira do seu negócio. E isso  proporciona um crescimento orgânico e sustentável para sua empresa.