Com foco em se tornar uma aliada financeira para as PMEs, a Cora recebeu um aporte de US$ 26,7 milhões – mais de R$ 150 milhões – como rodada Series A. O investimento na fintech, dedicada a oferecer soluções financeiras para empresas, foi liderado pelo fundo americano Ribbit Capital com participação da Kaszek Ventures, QED Investors e Greenoaks Capital. 

A fintech foi  criada para ajudar o público a ter menos burocracia quando o assunto são as finanças. “Em pouco tempo conseguimos desenvolver produtos que os clientes realmente amam e que impactam o dia-a-dia dos seus negócios. Com isso, estamos crescendo a base de clientes de forma consistente, dando início à transformação dos serviços financeiros para pequenos negócios no País. Foi exatamente por isso que os fundos se voltaram para a Cora.”, explica Igor Senra, CEO da fintech.

No final de 2019, quando a Cora recebeu o maior investimento seed da América Latina (US$ 10 milhões), a Ribbit já havia participado do round liderado pela Kaszek.  Agora foi a vez da Kaszek acompanhar o round liderado pela Ribbit. Ao total, já foram investidos US$ 36,7 milhões na empresa.

“Acreditamos em serviços financeiros simples, transparentes e acessíveis que auxiliem na tomada de decisão e que devolvam ao empreendedor o seu tempo, para que ele possa focar no que importa, o seu negócio”, completa Senra. O investimento recebido será destinado para crescimento, tecnologia, produtos de crédito e operação.

O produto da Cora foi lançado oficialmente em outubro de 2020 e já conta com mais de 53 mil clientes. A fintech se tornou instituição financeira no ano passado (banco 403), com autorização do Banco Central e oferece um leque de soluções, que vão desde a conta digital, cartão de débito Visa, PIX sem taxas, até ferramentas de gestão.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.