Startup recebe aporte de R$ 11 milhões para revolucionar a conectividade das pessoas

A Indicator Capital, gestora brasileira de venture capital early-stage, investiu R$ 11 milhões na Beegol, plataforma baseada em Machine Learning que utiliza Inteligência Artificial para monitorar e aprimorar a qualidade da experiência dos clientes com a Internet e os serviços das operadoras de banda larga e wi-fi. A plataforma da Beegol é a única no mundo que enxerga a rede ‘fim a fim’, incluindo todos os componentes necessários para prover uma excelente Qualidade de Experiência (QoE) para o cliente final.

Este é o 4ª aporte realizado por meio do Fundo Indicator 2 IoT, maior fundo de internet das coisas da América Latina. A previsão é que a rodada de investimento seja complementada em até 18 meses com mais R$ 11 milhões, elevando o valor total para R$ 22 milhões (ou US$ 4 milhões).

Fundada em 2019, a Beegol tem o propósito de ‘melhorar a maneira como as pessoas se conectam à Internet, para trabalhar, estudar, jogar ou relaxar’. Atualmente, as operadoras gastam de 6% a 10% da receita líquida anual de banda larga para tratar problemas técnicos, incluindo chamadas ao Call Center e reparos. Além disso, problemas técnicos são hoje uma das principais causas de insatisfação do cliente.

O objetivo é reduzir os custos e aumentar a satisfação do cliente, reduzindo o churn.

Para isso, a Beegol desenvolveu uma plataforma de Machine Learning que monitora, identifica, antecipa e localiza problemas na rede, utilizando dados -coletados por meio de um agente embarcado no modem (telemetria) em tempo real. Este agente coleta dados de todos os componentes da rede, incluindo rede wi-fi, rede de acesso (cabo ou fibra) e até da rede de transporte e seus componentes chave como DNS e CDN.

Assim, consegue detectar, antecipar e analisar a origem de degradações, interrupções, inclusive geolocalizando a causa do problema, se ocorreu na casa do cliente, no wi-fi ou é um problema massivo que afeta vários clientes na rede de acesso ou transporte. A plataforma é agnóstica a hardware, escalável para dezenas de milhões de clientes e garante ao operador o domínio sobre os dados coletados.

A experiência do time da Beegol no setor de tecnologia e telecomunicações e a expertise para resolver um problema que ocorre não só no Brasil, mas em todo o mundo – a qualidade dos serviços de Internet e wi-fi – foram alguns dos fatores que levaram a Indicator Capital a definir o investimento na startup, presente em São Paulo e Nova Iorque e com um novo escritório na Europa.

O cofundador da Indicator Capital, Fábio Iunis de Paula, destaca que “a Beegol tem um potencial de crescimento enorme, não só aqui no Brasil mas internacionalmente, pois atua em um mercado gigante e resolve essa dor que é o ponto vulnerável da infraestrutura de telecomunicações e Internet em todo o mundo. A tecnologia é capaz de identificar a origem do problema e solucionar de maneira eficiente apenas com o software de AI embarcado no modem. A virtualização de funções de rede é uma megatrend no setor de telecomunicações, assim como aconteceu na comunicação de dados, resolvendo por software muitas questões antes presas e dependentes de hardware”.

O avanço da tecnologia 5G, da Internet das Coisas e a continuidade de um grande volume de pessoas realizando suas atividades em casa, mesmo com o retorno pós-pandemia, também contribuem para o desenvolvimento da empresa. São mais dispositivos conectados em rede, passíveis de falhas e que exigem monitoramento contínuo.

Para o fundador e CEO da Beegol, Gilberto Mayor, “todas as operadoras do mundo têm as mesmas dores em relação a banda larga e wi-fi. Nosso objetivo de que o cliente não tenha que ligar para a operadora para reportar problemas técnicos tem sido abraçado pelas empresas mundialmente. A plataforma Beegol, inteiramente baseada em software, resolve este desafio de maneira holística, sem necessidade de mudança dos sistemas legados e podendo ser rapidamente implementada em qualquer lugar do mundo. O investimento e parceria com a Indicator aceleram nosso processo de globalização”.

Após a conclusão do investimento, a Indicator Capital utilizará sua expertise e presença internacional aplicando na Beegol a sua metodologia proprietária de construção de valor Building Value Together®, especialmente o pilar de Cross-Border, focado no desenvolvimento dos negócios junto a empresas e investidores globais. Em paralelo, também aplicará os outros três pilares da metodologia: conexão com o ecossistema, a atuação ‘mão na massa’ e a colaboração na geração de novos negócios, apoiando a inovação e investimentos, contribuindo na Governança e gestão e ajudando a promover pilotos e POCs com clientes para a geração de receitas.

A Beegol também está alinhada às métricas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), especialmente com o item 9 (Indústria, Inovação e Infraestrutura). “A tecnologia oferecida pela Beegol, além de trazer inovação, permite tornar a infraestrutura de telecom mais resiliente e sustentável”, conclui Fabio Iunis de Paula.

* Foto em destaque: Gilberto Mayor, CEO da Beegol.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.