A Labenu, edtech que oferece cursos voltados para a inclusão de pessoas no mercado de tecnologia, recebeu um aporte de R$ 3 milhões liderado pela AcNext Capital. Fundada em 2019, a startup surgiu com a missão de oferecer acesso à educação, reduzindo os obstáculos que possam existir para o ensino, sejam eles financeiros, sociais ou regionais.

A injeção de recursos irá acelerar o desenvolvimento de novas ferramentas para os estudantes da empresa, assim como permitirá a criação de novos cursos demandados tanto pelos estudantes quanto pelas empresas parceiras. A Labenu desenvolve seus conteúdos e tem seu método de ensino pelo modelo de bootcamp, formando profissionais em 6 ou 12 meses como desenvolvedores web full stack com mais de mil horas de atividades de front-end, back-end e soft skills.

“Queremos impactar o maior número possível de pessoas com educação de qualidade e transformação profissional, não somente com pessoas contratando nossos cursos, mas queremos empresas se tornando parceiras e contratando profissionais formados pela Labenu. Com o apoio da AcNext vamos acelerar o crescimento do número de estudantes que atenderemos ainda em 2021, investiremos na criação de novos cursos demandados pelo mercado e vamos ampliar nossas ações com as companhias que precisam urgentemente de profissionais de tecnologia”, comenta o fundador e CEO da Labenu, Luciano Naganawa.

O diferencial para quem procura a edtech é que seu trabalho é voltado em incluir cada vez mais pessoas no campo da tecnologia, proporcionando acesso à educação e diversidade neste setor. Com mais de 800 estudantes na sua história, todos com esse perfil de diversidade e inclusão, a Labenu tem alunos em quase todos os estados do Brasil, além de presença em países da Europa e na América do Sul. Os objetivos de crescimento envolvem a ampliação da sua equipe de colaboradores e alcançar a marca de 900 matrículas ainda neste ano, ampliando ainda mais a oferta do ensino de tecnologia no país.

Com as projeções de que a procura por profissionais de tecnologia continue crescente nos próximos anos, o investimento da AcNext Capital busca alavancar a edtech que se dedica a qualificar pessoas para ocupar essas posições. “Tecnologia e desenvolvimento profissional são dois temas que estão no DNA da AcNext Capital. Acreditamos que a demanda por mão de obra qualificada para atuar com tecnologias digitais irá continuar crescendo de forma acelerada por vários anos. Investimos na Labenu pela oportunidade de mercado tanto no B2C como no B2B, pela qualidade e complementaridade dos founders e pelo potencial impacto de transformação que a Labenu pode trazer para a vida das pessoas que desejam desenvolver uma carreira em tecnologia.”, finaliza o Managing Partner da AcNext Capital, André Cruz.
* Foto em destaque: Luciano Naganawa e Artur Vilas Boas, fundadores da Labenu.

Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.