Startup do Pará que permite qualquer pessoa criar aplicativos recebe aporte de R$ 3,6 milhões

Democratizar a programação, possibilitando a mais pessoas criar aplicativos de forma simples e intuitiva é o objetivo da Abstra, startup que acaba de receber um investimento de mais de R$ 3,6 milhões em uma rodada pré-Seed liderada pela Iporanga Ventures.

A empresa, que atualmente participa de um dos mais reconhecidos programas de aceleração do mundo, o da Y Combinator, no Vale do Silício, disponibiliza sua plataforma para outras companhias, que conseguem desenvolver soluções rapidamente, sem a necessidade de um conhecimento específico em programação.

Em termos práticos, usando Abstra, qualquer um pode criar em poucas horas um aplicativo ou mesmo um site, com recursos específicos de acordo com a sua necessidade, sem escrever uma linha de código. Essas tarefas poderiam levar semanas dentro de uma companhia e exigiria uma mão de obra cara e especializada, uma equipe de vários engenheiros usando os métodos tradicionais de programação. 

A Abstra foi criada em 2020 pelo programador paraense Bruno Costa, que começou a se interessar pela área com apenas 7 anos de idade, desenvolvendo seus próprios videogames. Quando ainda era estudante do Instituto Militar de Engenharia (IME), Bruno cofundou a PaperX, uma plataforma que oferece ferramentas online para ajudar pessoas a estudarem para vestibulares e concursos públicos. Em pouco mais de dois anos, a startup foi comprada pelo Descomplica, hoje uma das maiores edtechs do país, e tornou-se líder de Produto e de Tecnologia da empresa. 

Nessa época, Bruno vivenciou de perto a dificuldade de atender demandas internas da companhia para a criação de soluções que não se voltavam para os clientes, mas para seu público interno – colaboradores que tinham um problema em mãos e precisavam dar mais eficiência para suas áreas.

“Geralmente as empresas precisam de ferramentas simples para o dia a dia, mas que para serem criadas exigem uma curva de aprendizagem muito grande. Então fui pesquisar como pessoas que não são programadoras poderiam fazê-las e me deparei com o conceito de no-code e low-code”, conta, referindo-se a plataformas que permitem o desenvolvimento de softwares usando poucos ou nenhum código, a partir de uma interface gráfica. “Decidi que queria fazer isso para a minha vida: empoderar pessoas com esse universo de coisas novas e soluções que a programação permite.” 

Desde o início deste ano, a Abstra cresceu 50 vezes oferecendo sua solução para empresas como a fintech de meios de pagamento Stone, a plataforma de educação CBI of Miami, a gestora Grimper e a startup Pink. No geral, hoje os clientes usam a plataforma para desenvolver ferramentas de uso interno, mas o objetivo da startup é ampliar o escopo para tudo o que pode ser resolvido com um app, auxiliando, inclusive, consultorias na entrega de projetos específicos. 

“A Abstra está entregando uma ferramenta poderosa na mão das pessoas, derrubando barreiras no mundo da tecnologia, tão essencial para o desenvolvimento. O potencial de escala é gigantesco, ao passo que cada vez mais empresas e pessoas dependem dessas soluções para serem mais eficientes. E no Brasil, isso tem ainda mais valor, uma vez que essa mão de obra especializada é cada vez mais cara e escassa”, diz Renato Valente, sócio da Iporanga.

Com o montante recebido, Abstra vai investir ainda mais em tecnologia, principalmente em machine learning, de modo a tornar seu produto mais inteligente, melhorando a experiência de seus usuários, visando a democratização ao acesso a programação, até então restrita a uma pequena parcela de pessoas familiarizada com os códigos. A startup também deve investir em pessoal, com a pretensão de triplicar seu time e crescer mais 10 vezes até o final deste ano.

Foto de destaque: Bruno Costa, fundador da Abstra.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.