A plataforma de gestão (ERP) focada em empresas médias, Omie, recebeu um aporte de R$ 580 milhões. A rodada Série C foi liderada pelo SoftBank Latin America Fund. A Riverwood, Dynamo, VELT, Bogari Capital, Hix Capital e Brasil Capital também participaram da rodada. Com a transação, a empresa se encaminha para se tornar um novo unicórnio no mercado brasileiro.

Os recursos serão utilizados para captação de clientes, ampliação de canais de distribuição, evolução do produto e ofertas de mais serviços financeiros às PMEs. “Um dos nossos objetivos será reforçar a busca pelas micro e pequenas empresas que ainda precisam compreender os ganhos de uma melhor gestão para o seu negócio”, diz Marcelo Lombardo, CEO & Founder da Omie.

O aporte deve contribuir para que a plataforma possa criar e aprofundar mais as ofertas de serviços financeiros, crédito, cash management e cobrança. A ideia é de que tudo seja integrado nativamente ao software de gestão.

“Esse processo já vem sendo feito por meio de parcerias com escritórios de contabilidade, já que os contadores têm um papel decisivo na modernização das PMEs brasileiras e são cada vez mais importantes na cena empreendedora brasileira”, afirmou Marcelo.

Com o aporte, a plataforma ganha uma musculatura importante para ampliar sua participação na guerra entre os “neobanks” que estão à caça das PMEs. “Acreditamos que a Omie está muito bem posicionada para revolucionar o negócio de software de gestão, oferecendo soluções inovadoras para empresas de todos os tamanhos. Com um time talentoso e experiente, a Omie tem muito potencial para crescer e oferecer novos serviços para um mercado gigante e em rápida transformação,” afirma Carlos Medeiros, Partner do SoftBank SBLA Advisers Corp.

Foto em destaque: Marcelo Lombardo, CEO & Founder da Omie.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.