A GoCache, startup de CDN (Content Delivery Network) que permite empresas entregarem seus serviços e produtos digitais com melhor performance, anuncia rodada de investimentos de R$ 3,2 milhões liderada pela KPTL, uma das principais gestoras de fundos de Venture Capital do Brasil, em conjunto com a ABSeed e outros investidores-anjo estratégicos.

De acordo com o fundador e CEO, Guilherme Eberhart, o objetivo da GoCache é se tornar uma camada unificada de gestão e visibilidade de aplicações. “Há frequentes queixas no mercado de que há muitas soluções para diferentes problemas. Falta uma que ofereça um espectro mais amplo. Queremos quebrar as barreiras que existem entre desenvolvimento, redes e segurança no ciclo de vida da aplicação. O objetivo final é um modelo compartilhado, ágil e efetivo de gestão de segurança e confiabilidade”, ressalta.

Eduardo Sperling, Head do Fundo Criatec 3 na KPTL, conta que a tecnologia inovadora e a vivência do empreendedor no mercado de TI pesaram na decisão de investimento. “Os principais concorrentes da GoCache no mercado são empresas enormes e multinacionais. A companhia conseguiu criar um produto que se destaca justamente por um alcance mais bem distribuído nacionalmente”.

A empresa possui infraestrutura em todas as regiões do Brasil. Segundo Felipe Coelho, sócio da ABSeed, a crescente digitalização dos diferentes tipos de negócio aumenta a demanda por soluções. “A proposta de valor da startup é inovadora pois atende o mercado brasileiro por toda a jornada indo além da CDN, une consultividade e tecnologia do processo de vendas ao sucesso do cliente. Acreditamos que a tecnologia somada ao time ‘customer first’ da empresa formam uma excelente composição para a construção de uma trajetória de sucesso”, afirma.

Com o investimento, a empresa pretende evoluir e aprimorar capacidades de seus produtos em segurança e observabilidade, para gerar mais valor individualmente e expandir seu market share, já que são preocupações em alta. “Em termos de performance estamos muito bem por conta da nossa infraestrutura distribuída em todo o Brasil. Passaremos a agregar mais valor para organizações com modelos de negócio mais complexos, como SaaS, fintechs e marketplaces. Também iremos distribuir mais efetivamente nos Managed Security Services (MSS), como Tempest, Cipher e Real Protect/Accenture e também nos Managed Service Providers (MSP), como DaRede, Nextios, Dedalus e BRLink”, revela Eberhart.

A empresa paulistana, que tem em seu histórico clientes como SmartFit, Hering, Ultrafarma e Petz, também planeja se associar com esses MSPs, MSSs e consultorias digitais, visando o fortalecimento como um parceiro decisivo para seus projetos de modernização de aplicações.
Foto em destaque: Guilherme Eberhart, CEO da GoCache.

Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.