A Headline, startup de newstech baseada em Paris e São Paulo, concluiu uma nova rodada de investimento (pre-seed) no valor de € 500 mil. O valor será investido no lançamento na plataforma de jornalismo independente do Brasil.

O novo aporte se soma a um investimento de € 150 mil do Banco Público de Investimento da França (Bpifrance), confirmado no mês de novembro de 2021, e a cerca de € 250 mil feitos por fundadores e business angels nos últimos dois anos, juntamente com uma bolsa do Digital News Initiative (DNI), fundo do Google que selecionou Headline entre mais de 820 projetos inovadores de mídia em 28 países da Europa.

“A nova captação reforçará os investimentos em conteúdo e tecnologia para lançarmos HEADLINE no Brasil nos próximos meses”, explica Andrei Netto, criador e diretor-geral do projeto. “Nosso objetivo é oferecer à audiência conteúdo informativo de alta qualidade, ao mesmo tempo em que reforçamos o ambiente de jornalismo independente no Brasil com as melhores ferramentas tecnológicas que a indústria da informação dispõe hoje”.

O novo investimento foi realizado pelo family office Santos Vision Limited, dirigido pelo engenheiro brasileiro Helio Santos. Baseado em Londres, Santos é empreendedor e investidor e presidente da Safekick, empresa de desenvolvimento de softwares industriais. “Headline me atraiu porque vejo no projeto a preocupação com o conteúdo de excelência e com a tecnologia de ponta para o jornalismo, e nos fundadores a determinação para levar a startup ao crescimento”, explica o investidor.

Em fase de pré-lançamento, Headline já está presente nas redes sociais, onde vem testando um formato de entrevistas analíticas em vídeos curtos. Com o novo aporte financeiro, a equipe diversificará a oferta de conteúdos nos próximos meses e lançará sua plataforma, conectando a audiência, de um lado, e jornalistas independentes e as melhores iniciativas de jornalismo digital, de outro.

Além do Brasil, Headline prepara o lançamento da plataforma na Europa e nos Estados Unidos, sempre adotando a estratégia B2B2C e multi-revenue. Entre os pilares do modelo de negócios estão o programa de assinaturas (memberships), agenciamento (syndication), inteligência e serviços ao jornalismo independente no modelo software-as-a-service (SaaS).

* Foto destaque: Andrei Netto, criador e diretor-geral do Headline.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.