Guilherme Sawaya conta como reinventou a forma de trabalhar para acompanhar a tecnologia

Com o patrocínio da Holding FCJ, a maior Venture Builder da América Latina, foi ao ar o Episódio#07 do Corporate Venture in Action!, uma série dedicada a transmitir muita informação prática sobre Transformação Digital, Inovação Aberta e Programas de CVC.

Com experiência no setor de construção, o Diretor de transformação digital da Cyrela, Guilherme Sawaya conversou com Geraldo Santos, CEO do Startupi e Casio Spina, CEO da Altivia Ventures.

Guilherme contou que com o passar dos anos observava de dentro da empresa o mundo progredindo e acompanhando a tecnologia, enquanto sua companhia, mesmo sendo uma das líderes do setor de Construção, não andava na mesma velocidade em inovação. Foi assim que ele se tornou diretor de uma nova área dentro da empresa, onde seria responsável pelo lado criativo e inovador, a de transformação digital.

Com forte nome dentro do mercado, a Cyrela possui a missão de inovar no conceito de moradia, seja para aumentar a comodidade de clientes ou por uma preocupação sustentável com o planeta. “Comecei a ver que o mundo estava indo para caminhos que a gente nem imaginava e comecei a trazer pra dentro da Cyrela essa cultura da inovação, isso foi a partir de 2015/16.”

Com isso, a empresa passou a mudar seus focos deixando de priorizar o crescimento da marca para aumentar o relacionamento com o cliente. Guilherme conta que com a mudança de foco da empresa, foi possível observar um crescimento maior dentro do segmento, uma vez que a prioridade era melhorar os projetos ao invés de crescer a imagem da empresa.

“Na Cyrela, a gente não gosta muito do buzz, a gente não gosta de fazer por fazer ou pra gerar comentário na imprensa. A gente gosta de fazer pra valer, a gente tem um compromisso aqui de fazer as coisas de forma sustentável.”

Guilherme Sawaya – Cyrela. 

O lado empreendedor de Guilherme sempre esteve presente e esse foi posto à prova quando requisitado. A ideia de trabalho em equipe elevou a Cyrela para um novo patamar e o lema de que a alta direção deve sempre se manter alinhada ao time, virou verdade absoluta; não ser chefe e sim líder. O time passou a pensar ideias em conjunto e a caminhada da empresa se tornou constante e seguindo as inovações oferecidas pelo mercado.

Guilherme ainda se tornou fundador e CEO de uma nova startup, ele contou no programa os objetivos da Mude.me e como, mais uma vez, inova no segmento imobiliário. Pensando na nova vida em conjunto de um casal, a empresa transformou listas de presentes de casamento para algo que pudesse ser mais bem aproveitado. Com a quantia arrecadada, o casal pode escolher dar entrada em um apartamento e evitar o alto custo inicial ou até reformar o que já usa.

Ainda se aproveitando com parcerias possíveis dentro do mercado, a Mude.me se uniu com o Quinto Andar para juntos poderem proporcionar um alívio financeiro para o novo casal. Assim, além de propostas especiais, o dinheiro arrecadado pode ser aproveitado para quitar parcelas de aluguéis.

O diretor continuou ao longo da conversa dando dicas para pessoas que procuram se aventurar no mundo das startups e acredita que assim como o mercado, o empreendedor deve ter mudanças constantes, saber se adaptar ao mercado é a principal ideia a ser seguida.

“Mesmo sendo um pouco clichê, a principal é saber desaprender, saber deixar pra trás competências que já não são mais relevantes, e isso não é fácil. A gente se apega as coisas que a gente faz bem, é muito difícil você saber que faz muito bem um negócio e você tem que deixar de fazer”.

Confira abaixo o Episódio#07 na íntegra:

Ouça o podcast do episódio aqui:


Quer participar dos próximos Episódios? Clique aqui, confira a agenda e faça sua inscrição! 

Jornalista formado pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie, entusiasta de novas tecnologias e futuro do jornalismo, com experiência com jornalismo digital pelo Portal Bandeirantes de Comunicação. Redator Web do portal STARTUPI.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.