Startup de benefícios corporativos recebe aporte de R$ 45 milhões

A Caju, startup de benefícios corporativos, recebeu um aporte de R$ 45 milhões em rodada série A liderada pelo Valor Capital Group e Caravela Capital e coliderada pela Volpe Capital.

A rodada também contou com a participação de outros grandes nomes internacionais, como Picus Capital, FJ Labs e Clocktower Technology Ventures. Os recursos serão investidos principalmente na ampliação do portfólio de serviços e produtos, buscando uma oferta mais integrada de benefícios, e no crescimento do time de tecnologia.

Fundada em 2020 por Eduardo del Giglio e Renan Mendes, a Caju tem o objetivo de revolucionar a forma como as empresas e os colaboradores lidam com os benefícios corporativos. Seu primeiro produto é um cartão bandeira Visa que concentra Vale-Alimentação, Vale-Refeição, Vale-Transporte e benefícios para Saúde, Cultura e Educação.

Enquanto o RH seleciona as categorias que deseja oferecer aos funcionários, bem como estipula limites e flexibilidade de gastos entre as categorias, os colaboradores ajustam os valores de acordo com as suas necessidades, já que o cartão possibilita a transferência instantânea de saldo de uma modalidade para outra de forma 100% segura e gratuita pelo aplicativo.

Hoje, além das categorias já conhecidas da plataforma, a startup também disponibiliza a opção “Seguros”, na qual as companhias podem contratar seguros de vida e de proteção contra roubo de maneira rápida e eficiente. O roadmap da Caju é ambicioso e passa por produtos como crédito e gestão de RH. Com o conceito The Employee Company, os produtos e serviços da Caju colocam o colaborador em primeiro lugar.

Além de serem fáceis de contratar, fazem sentido para ambas as partes e melhoram a relação empresa/colaborador. Como consequência, a Caju se torna também uma aliada dos RHs na atração e retenção de talentos. Para 2022, a expectativa é levar a flexibilidade, experiência e solução integrada da Caju para mais de 1 milhão de usuários na América Latina.

“A pandemia da Covid-19 e a adesão do home-office deixaram em evidência que o mercado de benefícios corporativos está engessado e estagnado, com alternativas que não colocam os colaboradores no centro e que restringem gastos a categorias específicas, sem considerar a realidade de cada colaborador. Trabalhando de casa, a verba de mobilidade, por exemplo, acumulou um saldo que poderia ajudar na compra do mês, se pudesse ser facilmente transferido para o benefício da alimentação”, explica Eduardo del Giglio, Cofundador e CEO da Caju.

Investimentos

Em agosto de 2020 a Caju fechou sua rodada seed com um aporte de R$ 13 milhões coliderada pelos fundos de investimento Valor Capital Group e Canary. De lá para cá, tornou-se a principal empresa da nova leva de benefícios e vem se tornando o benefício padrão de muitas das principais empresas do País.

Startups como Loft, PicPay, Gympass, Olist, RD Station, Wildlife Studios, Rappi, Mercado Bitcoin e Pipefy são alguns exemplos de empresas que usam benefícios da Caju, além de grandes indústrias, empresas de construção civil, varejista e grandes líderes setoriais que também utilizam o benefício. Alguns exemplos são Dafiti, SKF, Armac e Bemol.

“O mundo está passando por profundas transformações e todos os setores estão sendo impactados. Não é diferente com o mercado de benefícios. Hoje, a Caju oferece o produto de benefícios mais inovador do mercado. Eles proporcionam uma alta proposta de valor não apenas para os colaboradores, mas também para as empresas que utilizam o produto da Caju como ferramenta para atrair e reter talentos”, diz Antoine Colaço, sócio-diretor da Valor Capital. “A Caju está crescendo exponencialmente e tem o potencial de se tornar um agente transformador do mercado”, completa.

A Caju, que está em busca de dezenas de novos colaboradores para dobrar o time ainda em 2021, tem investido agressivamente no aprimoramento dos serviços atuais e no lançamento de novos produtos e soluções, que devem chegar ao mercado já nos próximos meses. Sem perder o foco, na mira da empresa estão soluções que ajudam o RH na retenção e atração de talentos.

Foto de destaque: Eduardo del Giglio, Cofundador e CEO e Renan Mendes Cofundador e CTO da Caju.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.