Moises: aplicativo de música recebe aporte de US$ 1,6 milhão

A startup Moises, que em julho foi classificada como o aplicativo de música nº 2 na app store dos EUA (atrás apenas do Spotify) e nº 1 no Japão (à frente da Amazon Music e Spotify), recebeu aporte financeiro de US$ 1,6 milhão. A rodada foi liderada pelo Kickstart Fund, com participação da Valutia, Index Ventures Scout e Verve Capital, que tem como foco empresas no Brasil e nos EUA.

Com 1 ano e meio de operação, o Moises tem mais de 1,5 milhão de usuários ativos por mês. Nos EUA, a assinatura mensal custa US$ 3,99, e no Brasil custa R$ 16 por mês. Existe também a possibilidade de uso gratuito, limitado a algumas funções, hoje com cerce de 3 milhões de usuários.

A plataforma Moises foi criada pelo desenvolvedor brasileiro Geraldo Ramos, e hoje conta com um time de quase 30 pessoas no Brasil e Estados Unidos.

Geraldo, que nas horas vagas assume o papel de baterista, desenvolveu o aplicativo no final de 2019. A plataforma é fruto da observação dele como músico sobre o ecossistema do mercado de musictech e suas necessidades. Através desta investigação, surgiu a ideia de difundir através da Moises esse processo de desenvolvimento de novas ideias musicais.

Ao entrar no mundo da Moises, o usuário é estimulado a usar seu potencial criativo, seja praticando ou recriando. Para quem gosta de cantar, é possível inserir uma música e remover os vocais, seja para criar seus próprios playbacks, treinar os dotes vocais, homenagear um cantor famoso com um cover ou, simplesmente, usar em um karaokê.

Se o usuário souber dedilhar uma guitarra, ele pode usar seu potencial criativo para substituir os clássicos riffs de Jimi Hendrix em “Voodoo Child”, por exemplo. Por que, não? Basta mergulhar no mar de possibilidades oferecidas.

E por falar em mar, o nome da empresa faz referência ao personagem bíblico que separou o Mar Vermelho. A separação de faixas é uma das principais funcionalidades da Moises: tanto no desktop quanto no celular, a inteligência artificial da plataforma consegue separar os elementos sonoros de qualquer música, como bateria, baixo, vocais e piano.

O intuito da Moises é democratizar o acesso à tecnologia musical. O que antes só era possível em grandes mesas de som e um seleto grupo de profissionais, agora está na palma da mão de milhões de usuários. A plataforma trabalha para aumentar a capacitação e o poder dos usuários para que mais músicos e entusiastas inovem, criem expressões e experiências únicas.

Desde o seu lançamento, a Moises reúne nomes importantes da música mundial que usam a plataforma no seu processo criativo e de produção, como o baterista Tuto Ferraz, o Dj Memê e Eloy Casagrande (Sepultura) e Josh Devine, baterista da boyband inglesa One Direction.

Foto em destaque: Geraldo Ramos, criador do aplicativo Moises.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.