O Banco Central do Brasil (BC) concedeu a autorização para a realização de pagamentos pelo WhatsApp. 

Em nota divulgada à imprensa, o órgão informou que a medida vem através de dois arranjos de pagamento instituídos pelas empresas Visa e Mastercard, tornando apto o aplicativo de mensagens para incorporar funções como transferência e depósito de dinheiro. “As autorizações permitem que ele seja utilizado para realizar a transferência de recursos entre seus usuários”, reforça o BC.

Ainda de acordo com o Banco Central, as autorizações de hoje não incluem os arranjos de compra vinculados ao Programa Facebook Pay, que seguem em análise pela entidade. “O BC acredita que as autorizações concedidas poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos”.

Pagamento digital pelo WhatsApp chegou ao Brasil no ano passado

Em junho de 2020, o Brasil foi o primeiro País a liberar pagamentos no WhatsApp, permitindo que usuários transfiram dinheiro para seus familiares e amigos, além de pagar por produtos e serviços de empresas tão facilmente quanto enviar uma foto. 

Entretanto, pouco mais de um mês depois, o Banco Central determinou à Visa e Mastercard que suspendessem o início das atividades ou cessassem imediatamente a utilização do aplicativo WhatsApp para iniciação de pagamentos e transferências no âmbito dos arranjos instituídos por essas entidades supervisionadas.

À época, o BC informou que a medida havia sido tomada para “avaliar eventuais riscos para o funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e verificar a observância dos princípios e das regras previstas na Lei nº 12.865, de 2013. O eventual início ou continuidade das operações sem a prévia análise do Regulador poderia gerar danos irreparáveis ao SPB notadamente no que se refere à competição, eficiência e privacidade de dados”.