Startup voltada para a melhoria do sono recebe aporte de R$ 1,1 milhão

O Vigilantes do Sono, startup voltada para a melhoria do sono, fechou uma rodada de investimento no valor de R$1,1 milhãoA Taqtile, empresa de pesquisa, design e desenvolvimento de aplicativos, é o investidor responsável pelo capital da empresa.

Neste mês, a empresa lançou um aplicativo disponível nos sistemas Android e iOS com método que auxilia o desenvolvimento de mudanças no comportamento, proporcionando a quem tem dificuldades para dormir uma melhoria na qualidade do sono sem o uso de medicamentos. Ele foi desenvolvido internamente por Guilherme Hashioka, cofundador e CTO no Vigilantes do Sono, formado em Engenharia da Computação pela USP e pela Supélec de Paris. 

O CTO, que já atuou no desenvolvimento de soluções digitais para grandes empresas de saúde e e-commerce, acaba de criar o app do Vigilantes do Sono que usa Inteligência Artificial para promover mudança de comportamentos com base em quatro pilares da ciência comportamental, que são: monitorar, ensinar, compartilhar experiências e contar com o apoio de um profissional da saúde. 

Com base nisso, o app conta com uma assistente virtual, a Sônia, que conduz a pessoa no programa de melhoria do sono. No período da manhã, a pessoa reporta o padrão e hábitos relacionados ao sono para avaliar sua evolução. Já no período noturno,  conteúdos técnicos são disponibilizados a fim de promover ensinamentos e informações relevantes, que estimulam o desenvolvimento de uma noite de sono com qualidade. Além disso, o plano é ajustado de forma personalizada para que o programa consiga se concentrar nos problemas individuais que levam à insônia.

Outro processo importante é a comunidade, espaço no qual os usuários podem conversar entre si, trocando experiências, isso faz com que eles se ajudem durante a jornada. O app conta também com o apoio de médicos, psicólogos e outros profissionais da saúde que realizam um acompanhamento individual através dos relatórios atualizados diariamente. 

História da startup

A startup nasceu no início de 2020, e durante seus primeiros meses de atuação no mercado, o foco estava 100% voltado para o público final, com isso, no período de abril a julho do ano passado, conquistaram um crescimento de  2692%, passando de 673 usuários para 18.117 mil. Para 2021, a Vigilantes do Sono tem como meta atingir a marca de 100 mil usuários e ainda levar o programa para dentro do universo corporativo, mostrando que uma boa noite de sono melhora não só a qualidade de vida e o humor, como também o rendimento dos colaboradores. 

“Entendemos que as preocupações do dia-a-dia, aliadas aos prazos, metas, responsabilidades e hábitos ruins como, cigarros e bebidas alcoólicas prejudicam bastante a qualidade do sono e automaticamente o desempenho das atividade no dia seguinte, por isso, queremos entrar nas empresas para que as pessoas se ajudem cada vez mais e juntos, possamos reduzir o problema da insônia no Brasil, afirma Lucas Baraças, fundador do Vigilantes do Sono. 

De acordo com a Associação Brasileira do Sono (ABS), 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia. Hoje, quem faz o programa pega no sono 50% mais rápido e acorda 60% menos durante a noite. “O Vigilantes do Sono resolve os problemas de sono porque ensina as pessoas a entenderem de fato o que está fazendo com que sua insônia persista ou se torne crônica”, reitera Laura Castro, sócia e diretora de psicologia no Vigilantes do Sono. 


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.