A Transfeera, plataforma open banking de gestão e processamento de pagamentos, recebeu um aporte no valor de R$ 3 milhões liderado pelo Goodz Capital e com a participação de Bossa Nova Investimentos, Honey Island e Curitiba Angels.  A startup de Joinville (SC) vem crescendo exponencialmente mesmo com o cenário da pandemia e pretende ampliar ainda mais o crescimento por meio do valor aportado, com o objetivo evoluir de uma FaaS (Fintech as a Service) para o primeiro marketplace banking do Brasil.

Fundada em 2017, a fintech nasceu da vontade de simplificar pagamentos que eram feitos por meio de TED e/ou DOC e hoje atua como solução alternativa a estes modelos. Ela cresceu em 2019 e aproveitou novas oportunidades aumentando a operação no primeiro semestre de 2020, mesmo em um cenário econômico desafiador imposto pela pandemia de covid-19. Por meio da plataforma de gestão de pagamentos já foram realizados mais de 3 milhões de pagamentos, movimentando pouco mais de R$ 3 bilhões para seus clientes. Em abril deste ano, foram processados 260 mil pagamentos, ante uma média de 70 mil mensais no período pré-pandemia. Na comparação com abril de 2019, o volume foi sete vezes maior. Em 2020, a fintech já atingiu um crescimento superior a 110%, e, somente no último trimestre, faturou o equivalente a 70% de todo faturamento de 2019.

O mercado das fintechs está em ascensão. De acordo com o Distrito Fintech Report 2020, o setor concentrou 35,6% do capital investido em startups em 2019, com mais de US$ 900 milhões investidos no mesmo ano.  A Transfeera acompanha esse crescimento e mira alto: “esse investimento vem em um momento muito oportuno, nossos próximos passos já estavam relacionadas à expansão e o aporte vai nos apoiar no processo de regulação junto ao Banco Central, permitindo que a Transfeera possa evoluir de uma Fintech as a Service (FaaS) para ser o primeiro marketplace banking brasileiro, com soluções direcionadas em resolver as dores dos nossos clientes, entregando inteligência, eficiência e automação de processos de pagamentos”, comenta Guilherme Verdasca, CEO da fintech.

Além de investir o dinheiro para adequações ao PIX, novo meio de pagamento instantâneo do BACEN, e regulação como instituição de pagamento pelo Banco Central, a startup pretende focar em contratações de especialistas do mercado e projeta um crescimento acelerado para 2021. “Nessa captação, priorizamos o GooDz e a Bossa por motivos distintos, entendemos ambos podem contribuir muito para o nosso desenvolvimento. O GooDz vem com uma visão muito forte de governança, já a Bossa entra com networking. O Pool Fintechs, da Bossa, também foi de extrema importância pelo conhecimento agregado dos investidores, como o João Bezerra, ex-CTO do Banco Itaú,  e o Carlos Augusto de Oliveira, executivo do mercado financeiro”, diz Verdasca.

O GooDz Capital traz em seu quadro de gestão, Dongley Martins e Anderson Godz, conselheiros de administração e especialistas em governança. Juntos, eles fundaram o movimento de governança para a nova economia, gonew.co, e cunharam para o GooDz uma marca com o objetivo de ajudar as startups a estabelecerem bons padrões de governança enquanto crescem. Atualmente, contam com 14 startups no portfólio, contanto investidas diretas e indiretas. “Acreditamos que podemos colaborar com a Transfeera nesta nova fase com nosso quadro de mentores, e poderemos aportar, além de capital, relacionamento com o mercado investidor e muito apoio na Governança da empresa”, explica Dongley Martins.

Startup Revelação do Ano

A Transfeera também venceu a categoria Startup Revelação do Startup Awards 2020, a principal premiação de startups do Brasil. Os finalistas, Ipê Digital, Paytrack e Transfeera, foram avaliados e escolhidos por uma banca formada pela Associação Brasileira de Startups (Abstartups), que premiou a fintech de Joinville (SC) na noite da última sexta-feira.

“Ser a startup revelação do ano é muito gratificante porque consolida toda a jornada que construímos nesses três anos de estrada. Mesmo com a pandemia e o cenário desafiador de 2020, nos reinventamos, nosso time acreditou e pegou junto para e assim continuamos a inovar, melhorando nossos produtos e entregando sucesso aos nossos clientes”, finaliza Verdasca.