O Google for Startups anunciou hoje o início da primeira edição do Growth Academy no Brasil. Com duração de 10 semanas, o programa tem como objetivo capacitar os líderes de marketing das startups em estratégias comprovadas de growth, além de dar dicas sobre como aplicá-las por meio das soluções de marketing do Google.

O programa, nascido em Israel, já foi realizado pelo Google for Startups em outros mercados no mundo, como Espanha, Japão e Reino Unido. A iniciativa conta com lideranças em growth do Google de diferentes áreas e é desenvolvido em parceria com especialistas do mercado como Nikolas Vogt, fundador do Growth Academy Europe, que vai ajudar as startups a aplicarem na prática os temas discutidos em sessões de grupo e de mentoria.

“Sabemos que empresas com times dedicados a growth têm performance superior às que não possuem. As startups em estágio de escala estão buscando atrair e formar os melhores talentos que dominem as habilidades estratégicas neste campo. Nossa proposta é um programa que alia teoria e prática, para ajudar as startups a enfrentarem esse desafio”, explica Matilde Ricciardi, gerente de programas do Google for Startups Brasil.

O Growth Academy é dividido em duas fases. A primeira dura seis semanas, nas quais os participantes aprenderão os mais recentes conceitos e estratégias de crescimento e como implementá-las com as soluções do Google. As quatro últimas são dedicadas à execução dessas estratégias, ao lado de um especialista em growth, que dará suporte dedicado para uma melhor aplicação dos aprendizados nos negócios das startups.

“Durante o programa discutiremos modelos de growth e retenção para ajudar os líderes a entenderem o que mais contribui para o crescimento do seu produto. Apresentaremos frameworks de experimentação para identificar e otimizar oportunidades, além de conceitos como loops de aceleração para construir um crescimento sustentável. Teremos ainda especialistas em economia comportamental e psicologia para ajudar a identificar como aplicar a ciência em melhorias nos produtos”, completa Ricciardi, que será a responsável pelo programa no Brasil.

O programa acontecerá remotamente e terá sessões semanais individuais e em grupo, com treinamentos, discussões de estudos de caso e conversas com especialistas.

O Growth Academy é voltado para empresas em fase de escala com tração comprovada em seu mercado e com metas expressivas de crescimento, além de terem equipes de growth dedicadas e comprometidas com o crescimento da startup.

Confira as startups selecionadas para a primeira turma do Growth Academy no Brasil:

– Cora: conta digital completa para empreendedores e donos de negócio;
– LivUp: startup que produz e entrega comida congelada saudável e prática;
– Olist: plataforma para lojistas fazerem a gestão de seus produtos e serviços em diversos marketplaces;
– Remessa Online: plataforma de transferências internacionais para pessoa física e jurídica;
– Sallve: marca de cosméticos nativa digital que busca desenvolver fórmulas inspiradas por necessidades reais;
– Sanar: medtech com atuação nos setores de educação continuada, ferramentas de tomada e suporte à decisão médica;
– Warren: corretora e gestora de patrimônio que oferece uma solução completa para cada momento de vida do investidor;
– Zee.Dog: conectando cachorros e pessoas.

Black Founders Fund

No início do mês, o Google for Startups lançou o Black Founders Fund no Brasil, uma iniciativa para investir recursos financeiros, sem qualquer contrapartida ou participação acionária, em startups fundadas e lideradas por empreendedores negros no Brasil.

Com duração prevista de 18 meses, o fundo tem um valor inicial de R$5 milhões e investirá em cerca de 30 empresas que estejam buscando investimentos em estágio seed.