PUBLIEDITORIAL

“Like a Player”, é o primeiro desafio lançado esta semana pelo Arena Hub. Em parceria com o Sebrae e apoio do Nexus e do Startupi, a iniciativa visa incentivar soluções para o setor esportivo, por meio de um desafio entre startups.

O anúncio marcou também o início das atividades no espaço físico do hub de inovação localizado no Allianz Parque em São Paulo. “Seguindo todos os protocolos de segurança, a ocupação do hub foi reduzida em 70% para evitar aglomeração. As posições de trabalho também foram espaçadas para garantir o distanciamento social. Entre as práticas, será exigido o uso de máscaras faciais e disponibilizamos álcool em gel em pontos estratégicos, além de medição de temperatura obrigatória ao entrar no espaço”, diz Renato Gil, confundador do Arena Hub.

Nesse primeiro momento, devido à pandemia, o espaço comportará 50 residentes, entre startups e entidades esportivas. Já em 2021, o projeto passará para a fase II onde o hub será alocado para a área definitiva com 4 mil m², dentro do Allianz Parque. Seguindo todas as restrições e protocolos de segurança, a abertura do novo espaço aconteceu com a presença limitada de convidados, incluindo personalidades do esporte, autoridades de governo como o Secretário Estadual de Esportes, Sr. Aildo Rodrigues Ferreira, representando o Governo do Estado de São Paulo e de investidores, startups, parceiros e apoiadores do Arena Hub.

Em conversa com o Startupi, Aildo ressaltou a importância de uma iniciativa exclusiva para startups com foco em esportes. Veja mais:

O principal objetivo do Arena Hub, lançado em maio, é levar inovação e acelerar a transformação digital das entidades esportivas por meio das startups, fomentando negócios e promovendo a troca de conhecimento. Assim, segundo Renato, essa união entre todos os agentes em um único ambiente será de grande valia para a indústria de esportes como um todo.

Renato também conta que as atividades remotas como o Arena Hub Talks e Office Hours, que funcionam como mentorias a distância, serão mantidas. Para ele, são atividades que geram grande valor ao ecossistema. “Além disso, iremos lançar challenges, como o desafio Like a Player, em parceria com o Sebrae, programas de aceleração, Demo Days para apresentação das startups para marcas e entidades esportivas e ações com foco em capacitação de atletas e profissionais da indústria. O objetivo é criar um ambiente perfeito para a inovação acontecer”, afirma.

De acordo com Renato, o Arena Hub já tinha o desejo de realizar um desafio em seu lançamento, nascendo daí a parceria com o Sebrae. “O Sebrae é uma verdadeira autoridade em empreendedorismo no Brasil e muito conhecido pela realização do Sebrae Like a Boss. Fizemos uma reunião com todo o time do Sebrae Nacional e quando contamos a ideia de criar o Sebrae Like a Player, com foco em entregar para a indústria de esportes, eles toparam na hora”, diz.

Assim, com uma visão ampla do mercado como um todo, o Sebrae ajudará o hub em seu objetivo de fomentar o ecossistema de startups direcionadas à esportes. “Com o desafio, o objetivo é ter mais startups engajadas e garantir que elas possam ter à disposição um conjunto de conhecimento, aconselhamento e direcionamento para mais estratégias econômicas, que possam enriquecer o negócio da indústria esportiva e ampliar este mercado como um todo”, conclui Renato.

O challenge, que já está com as inscrições abertas, acontecerá em três fases: quatro semanas para a inscrição; uma semana para a fase de pitches; e um evento final, ao vivo, para definição e anúncio dos vencedores.

Com o Like a Player, o Arena Hub espera receber soluções voltadas para Engajamento de fãs; Performance humana; Conhecimento, Espaços e Coisas Inteligentes; eSports; Inteligência de negócios; Mídia e Conteúdo; e Impacto social e Sustentabilidade.

“Todas as startups que possam enriquecer, compartilhar e apresentar inovações e soluções para a indústria esportiva podem se inscrever gratuitamente. Os interessados podem estar em qualquer estágio de seus negócios, serem atuantes no segmento de esporte ou não, desde que aceitem o desafio de gerar crescimento e valor ao esporte”, diz Renato. Para exemplificar, ele complementa: “Startups da área da saúde podem auxiliar em performance esportiva, startups de Big Data podem auxiliar entidades esportivas a organizarem seus dados, e assim por diante”.

Para o Sebrae, a iniciativa também é desafiadora. “O Sebrae tem uma iniciativa de atendimento a startups consolidada chegando a startups de todo o Brasil e de todos os segmentos. Essa parceria com o Arena Hub é uma grande oportunidade para levarmos as nossas ações para as startups cujas soluções atendem especificamente ao segmento de esporte, que é um dos que vem sofrendo por conta da pandemia da covid-19. É crucial encontrar soluções para que as atividades esportivas voltem a ocorrer de forma segura, e o Desafio Sebrae Like a Player tem por objetivo dar destaque a essas soluções”, afirma o analista do Sebrae, Arthur Coelho.

No vídeo abaixo, confira mais detalhes sobre o Desafio Like a player.

Como participar

São esperadas mais de 200 inscrições. As startups interessadas deverão se inscrever gratuitamente até o dia 03 de outubro no site e apresentar suas ideias e perspectivas de negócio. A avaliação dos projetos será feita e as finalistas divulgadas em 30 de outubro de 2020. No dia 04 de novembro será realizado um evento com a divulgação da participante vencedora.

Prêmios

1º colocado

  • 01 Pitch Deck desenvolvido pela 2simple;
  • 03 mentorias 2simple Conecta;
  • 01 pacote de serviços jurídicos cedido pela Bonuz;
  • 06 meses de utilização gratuita do espaço do Arena Hub (01 posição);
  • 01 Publieditorial (matéria completa), com veiculação no portal e nas redes sociais Startupi.

2º colocado

  • 01 pacote de serviços jurídicos cedido pela Bonuz;
  • 02 mentorias 2simple Conecta;
  • 03 meses gratuitos de utilização do espaço físico do Arena Hub (01 posição).

3º colocado

  • 01 pacote de serviços jurídicos cedido pela Bonuz;
  • 01 mentoria 2simple Conecta.

Durante a abertura do Arena Hub foi formalizada também uma parceria entre o Arena Hub e o Startupi, que passa a fazer parte do hub, com diversas ações em conjunto, visando fomentar a integração e o investimento das marcas esportivas e de grandes empresas com as startups.

Times do Arena Hub, do Startupi e parceiros presentes na abertura do hub.


Quer saber mais sobre as atividades do Arena Hub? Continue ligado nas redes sociais do Startupi.