A Petlove, e-commerce brasileiro de produtos pet, anunciou a aquisição da Vetus, uma das maiores plataformas de gestão para petshops, clínicas e hospitais veterinários do Brasil. Com a transação, a Petlove reforça seu projeto omnichannel e ganha escala e capilaridade oferecendo o software a parceiros da empresa. O valor da operação não foi revelado.

Criada por João Paulo Cruz, a Vetus é especializada em sistemas ERP para o negócio veterinário – de petshops a hospitais, passando por médicos veterinários autônomos – com o objetivo de fornecer tecnologia de simples acesso para gestão do negócio, como estoque, pagamentos e questões fiscais, assim como todo o gerenciamento dos atendimentos veterinários e o histórico clínico do pet, para que o profissional foque atenções em seu core business.

A empresa passa a fazer parte do ecossistema Petlove e atuar em sinergia com o Vet Smart que oferece soluções e informações sobre o mercado para estudantes e médicos veterinários gratuitamente, adquirida pela Petlove em setembro de 2019. A expectativa é de que o GMV do ERP, como parte do grupo, seja de R$4 bilhões até 2024.

“No mês em que completamos um ano com o Vet Smart como parte do nosso grupo, anunciamos a aquisição da Vetus, que vai possibilitar que revolucionemos o omnichannel do mercado pet no Brasil – um dos três maiores do mundo”, afirma Marcio Waldman, fundador e CEO da Petlove.

Hoje, o Vet Smart possui uma base ativa de 90% de todos os médicos veterinários do país, que acessam a plataforma pelo menos 20 vezes todos os meses. “Estou muito feliz em poder estar com a Petlove nessa missão de oferecer o melhor a profissionais do universo veterinário, com um software de gestão que vai beneficiar essa ponta da cadeia”, completa João Paulo Cruz, fundador e CEO da Vetus.

A aquisição da Vetus acontece meses depois de a Petlove receber aportes significativos da Softbank e L Catterton. A chegada da ferramenta de gestão vai consolidar uma série de serviços e features que a companhia tem criado na plataforma no sentido de se transformar no maior destino de todos os participantes da cadeia do mercado pet.

“Estamos muito contentes em anunciar essa aquisição que vai fortalecer ainda mais a nossa missão com os pets e suas famílias. A Vetus vai conectar três importantes linhas de atuação da companhia hoje: o projeto omnichannel, o nosso marketplace de serviços e os médicos veterinários, clínicas e hospitais parceiros da empresa via Vet Smart”, comenta Gustavo Diament, Chief Revenue Officer da Petlove. “Seguimos, assim, nossa estratégia de criar uma plataforma multicanal que vai beneficiar todos os elos da cadeia do nosso negócio: os donos de animais de estimação e médicos, clínicas e hospitais veterinários”, completa o executivo.

A expectativa é que em 6 meses, mais de 10 mil estabelecimentos e profissionais parceiros do Vet Smart já tenham aderido à Vetus. “Com a Vetus inserida no nosso ecossistema, ganhamos em escalabilidade e capilaridade, podemos incrementar a base de dados e oferecer benefícios aos nossos parceiros, ajudando nesse mercado – ainda muito pulverizado”, afirma Felipe Cunha, CEO do Vet Smart. O mercado pet brasileiro faturou R$ 24 bilhões em 2019, segundo dados da Euromonitor, e é 90% pulverizado.

Crescimento sustentável

No início da pandemia, a Petlove lançou, em parceria com o Vet Smart, projeto para apoiar clínicas veterinárias e petshops de bairro durante o período de isolamento.

A criação das whitelabels permite a negócios de bairro de todo o Brasil vender produtos por meio da Petlove. Os parceiros podem, de forma automática e rápida, criar um site de venda integrado com a plataforma da marca e têm a oportunidade de divulgar um site próprio (com nome e logo do estabelecimento deles) para seus clientes, realizando as vendas normalmente. Desde o seu lançamento, mais de 2500 estabelecimentos aderiram ao projeto.

Além de Softbank e L Catterton, a startup tem ainda como investidores a Tarpon e a Monashees.