O Facebook anunciou a doação de R$ 14 milhões para apoiar mais de 1.200 pequenas e médias empresas no Brasil como parte do programa Global Grants que foi anunciado no início deste ano.

“Desde o início da pandemia do covid-19, o Facebook tem trabalhado em duas frentes: manter as pessoas seguras e informadas e estruturar as empresas com as ferramentas e recursos necessários para se manterem conectadas e em funcionamento”, afirma Conrado Leister, diretor-geral do Facebook no Brasil.

Uma pesquisa feita pelo Sebrae aponta que as pequenas e médias empresas são a espinha dorsal da economia brasileira, pois respondem por 52% dos empregos formais e 40% dos salários pagos no Brasil. Conrado, entretanto, ressalta que a crise está colocando imensa pressão nelas. “Segundo nosso recente relatório Global State of Small Business, 52% das pequenas empresas no Brasil que operam no Facebook dizem que o fluxo de caixa será um desafio nos próximos meses”, diz.

Para se qualificar para as doações, as empresas devem atender a alguns critério, tais como:

– Estar no mercado há pelo menos um ano;
– Empregar de 2 e até 50 pessoas;
– Ter um endereço comercial nas áreas metropolitanas de São Paulo ou Brasília.

As inscrições e requisitos completos de elegibilidade podem ser encontrados no site do programa.

Compromisso do Facebook com as pequenas empresas

Segundo o executivo, as doações fazem parte de uma iniciativa de US$ 100 milhões para apoiar 30 mil pequenas empresas em todo o mundo. Para isso, a rede social anunciou nos últimos meses várias iniciativas como a Central de Recursos para Empresas, com cursos e treinamentos gratuitos para ajudar os proprietários de negócios a manterem seus negócios em atividade; o lançamento da primeira edição totalmente online do Impulsione com Facebook; anúncio das Lojas do Facebook para facilitar a criação de uma única loja online no Facebook e no Instagram, além dos vale-presentes digitais do Facebook.

“Continuamos atentos às necessidades da comunidade e das pequenas empresas para desenvolver ferramentas que ajudem a estarem mais próximas do que é importante para elas. Também incentivo as pessoas a acessarem o site para saber mais sobre os recursos e programas que temos disponíveis para apoiar pequenas empresas”, conclui Conrado.