O poder do feedback dos consumidores pode transformar organizações. Com esta crença as startups Reviewr, que atua na gestão de reputação online, e a Gorila, que oferece ferramentas de pesquisas para medir a satisfação de clientes e consumidores, anunciaram hoje a fusão de suas operações.

A nova companhia, batizada de Harmo Feedback Intelligence, irá unificar as soluções das startups, dando origem a uma plataforma que permite que negócios de médio e grande porte possam gerir a experiência do consumidor e medir sua reputação online.

“A união das métricas de customer experience (CX) com as de reputação no meio digital dará origem a um Índice de Lealdade do Cliente, ao acompanhar toda a jornada do consumidor com as marcas”, destaca o CEO da Harmo, Santiago Edo, que já ocupava esta posição na Reviewr.

Santiago Edo, CEO da Harmo

Lucas Hansel, então CEO da Gorila, assume a posição de CPO (Chief Product Officer) da nova companhia. O negócio contará ainda com Leonardo Rifeli como CTO, Roberta Kuzolitz como head de Growth, Tamara Correa como head de Customer Success e Rodrigo Sauer como head Financeiro. As duas empresas, até então, já captaram mais de R$ 1,3 milhão em investimentos, sendo que a operação de fusão foi acompanhada por investidores da Hi Partners – que aporta capital e inteligência em startups e negócios focados no novo varejo e nas retail techs. A Hi já era investidora da Reviewr.

harmo

Lucas Hansel, CPO da Harmo

A Harmo nasce com mais de 60 clientes, com empresas como GPA, Ambev, Movida, Cinemark, Peixe Urbano, Saphyr Shopping Centers, Almeida Junior, Bob’s, Itaipu, Beto Carrero World. Até final de 2021 estima alcançar um faturamento anual de R$ 2 milhões e  que suas soluções alcancem mais de 200 empresas, de médio a grande porte.

“A primeira versão do produto unificado será lançada em novembro deste ano, mas já nas próximas semanas nossos clientes poderão ter acesso a uma nova experiência das plataformas já sob a nova marca, e um dashboard único mostrará os principais dados das duas soluções, de forma integrada”, explica Hansel, CPO da Harmo. Neste primeiro momento as plataformas irão funcionar como se fossem dois módulos separados, até que a integração total seja concluída.

A empresa terá sedes em Florianópolis (SC), que concentrará as áreas de desenvolvimento e operações, e em São Paulo (SP), com os times comercial e marketing.

As empresas que deram origem a Harmo

A Reviewr nasceu em Florianópolis (SC) no ano de 2017 para ajudar marcas a gerirem sua reputação online, principalmente analisando reviews públicos em plataformas como Facebook, Google Meu Negócio, Tripadvisor, Booking, Yelp, entre outras. A empresa foi incubada no MIDITEC, uma das principais incubadoras do Brasil, e participou de várias iniciativas voltada a startups, como os programas de aceleração da Darwin Startups e Inovativa Brasil, de capacitação StartupSC e o Oracle for Startups. Atualmente a startup faz parte das empresas investidas pela Hi Partners e participa do programa Scale Up Endeavor C&A. Possui mais de 45 clientes com 14 mil locais monitorados pela sua plataforma de gestão de reputação online.

Já a Gorila foi fundada em 2018, em Santa Rosa (RS), para ser uma plataforma de criação de pesquisas direcionadas como de NPS (Net Promoter Score) , CES (Customer Effort Score) e CSAT (Customer Satisfaction Score). A startup foi incubada durante um ano pela Criatec, uma das principais incubadoras do Rio Grande do Sul. É destaque brasileiro na produção de conteúdo e conhecimento em experiência do cliente. Atualmente a plataforma monitora a satisfação de mais de 1 milhão de consumidores no Brasil e América Latina. Recentemente os dois negócios foram selecionados entre as startups de SmarTech (marketing) com maior relevância para o mercado brasileiro pela Liga Ventures, na categoria Pesquisas, Feedbacks e Reviews.

Os empreendedores fundadores já se conheciam do mercado e no fim de 2019 começaram a se aproximar para desenhar uma integração. Durante algumas semanas no primeiro trimestre iniciaram ações para unificarem as operações e a expectativa do anúncio da fusão era para agosto deste ano. Porém, com a chegada da pandemia da COVID-19, os empreendedores decidiram acelerar a integração das empresas, já na expectativa da retomada econômica ao longo do segundo semestre.