Camila Farani, Geraldo Neto e Flavio Pripas criam gestora de US$ 50 milhões para internacionalizar empresas brasileiras

Com o objetivo de internacionalizar as empresas brasileiras, a investidora e empreendedora Camila Farani anunciou uma parceria com os investidores Geraldo Neto e Flavio Pripas, para criar a Staged Ventures, gestora de fundos de investimentos, que inicialmente irá investir US$ 50 milhões em startups. 

A Staged Ventures irá realizar investimentos primários e secundários, buscando multiplicá-los com mais segurança ao focar em startups operacionais e com modelos de execução robustos. “A ideia é construir um caminho para empresas latinas e brasileiras a fim de que elas desbravem o ecossistema internacional, principalmente nos Estados Unidos. Lá, o mercado de startups é líder mundial, então, existe uma geração de valor imensa para esses negócios”, comenta Camila Farani.

“O plano de construir esta gestora de fundos já vem de tempos, e agora reunimos um grupo de pessoas que realmente têm profundidade de conhecimento sobre o mundo das startups — que conhecem bem os estágios, os desafios e as oportunidades — e que têm vivido nele com intensidade nos últimos anos. Pensando nisso, pude escolher cada nome, como foi o caso da Camila, e construir um elenco sensacional para formar a Staged Ventures”, explica Geraldo Neto.

Além de Camila Farani, o board da gestora conta com: Flavio Pripas, CSO da Digibee; Douglas e Daniel Almeida, fundadores da Stayfilm; Fernando Cariello, cofundador da Base Miami; e Marco Santos, presidente da GFT para EUA e América Latina e fundador da ONG Meu Futuro Digital

O time ainda é composto por Alexandre Graff, vice-presidente sênior da FICO AI-PoweredDecisions na América Latina e Caribe; Rodrigo Bernardinelli, cofundador da Digibee; Marcelo Souccar, COO da Digibee; e Sandro de Camargo, diretor sênior de Alliances&ChannelEcosystem da LATAM na ServiceNow. Já os advisors do projeto são Laércio Albuquerque (VP for LatinAmerica da Cisco), Vitor Sousa (cofundador da Digibee) e Peter Kreslins ( cofundador e CTO da Digibee).

“Com a Staged Ventures, queremos ser protagonistas para empresas brasileiras de qualidade que buscam a internacionalização, um processo que agora será acelerado no país. Não há motivos para que esses negócios não busquem a expansão. Eles só precisam de conhecimento, investimento e um ‘playbook’ — ou seja, entender quais são os passos para migrar do nosso mercado, que é grande, mas não representa todo o potencial que existe ao redor do mundo”, comenta Flavio Pripas.

“Não consigo mensurar minha felicidade em anunciar esta nova etapa de uma grande história para alavancar negócios em tecnologia. Na Staged Ventures, os investimentos podem chegar a até US$ 50 milhões, entre 10 a 12 startups, com tickets de US$ 1,5 milhão a US$ 10 milhões por empresa. Estamos todos muito ansiosos para levar essas oportunidades não só aos líderes brasileiros, mas aos nossos investidores também”, finaliza Camila.

* Foto de destaque: Camila Farani, Geraldo Neto e Flavio Pripas, cofundadores da Staged Ventures


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.