A Estapar, empresa de estacionamentos do Brasil, assinou contrato para a compra da empresa Zul Digital, autotech da América Latina, no valor de aproximadamente R$ 75 milhões.

A associação das partes unirá seus esforços e todo o know-how para melhorar a oferta de serviços e aprimorar a jornada dos clientes, possibilitando integração e uma ampla gama de serviços. A união também irá expandir as operações digitais, soluções de tecnologia e a cultura de inovação dentro do ecossistema da Estapar, que passa a ter uma das maiores plataformas marketplace do segmento do País, trilhando o caminho para ser a maior plataforma autotech do segmento a atender os motoristas em toda a sua jornada.

Atualmente, a Estapar possui cerca de 3 milhões de usuários cadastrados em sua base de dados e no último ano passou por muitas transformações visando a entrega de uma melhor experiência ao consumidor dentro de todos os ambientes e, especialmente, no digital. A empresa passou de 3,4% das receitas provindas da plataforma digital para 12,3%, ressaltando a busca pela evolução constante do negócio.

Agora, com a chegada da Zul Digital em seu portfólio, a Estapar passa a oferecer aos seus clientes outras facilidades, como pagamento de IPVA, licenciamento e multas, alerta de rodízio com geolocalização, tag para pagamento de pedágio, CRLV digital, informações de valor de mercado para compra e venda de veículos, seguro, entre outros serviços.

“A Estapar tem em seu DNA uma característica focada na experiência do cliente, por isso a junção das plataformas vai nos digitalizar ainda mais, além de levar aos nossos clientes uma nova jornada de produtos e serviços dentro do segmento de mobilidade. O futuro é tecnológico, e nós buscamos transformar esse nosso ecossistema para os motoristas, fazendo com que eles tenham diversos serviços em uma única plataforma. Esse é um marco muito importante na estratégia da digitalização da companhia e para a evolução do negócio, transformando ele em uma autotech”, explica o CEO da Estapar, André Iasi.


Foto destaque: André Brunetta, CEO do Zul Digital