A Betterfly, plataforma de benefícios que integra bem-estar, seguros e impacto social, e que em junho se tornou a insurtech com maior valorização da América Latina, fez outro importante movimento para incrementar a rápida expansão de suas operações no Brasil. Após o anúncio recente de parceria com a Icatu, o que permitirá alcançar a milhões de famílias de forma direta, hoje a empresa anunciou a aquisição da Xerpa, empresa de tecnologia que simplifica e moderniza os processos de recursos humanos das companhias e cujo principal produto é o Xerpay, uma plataforma de salário sob demanda. O valor da aquisição não foi revelado.

Comprovadamente, o salário sob demanda é uma tendência mundial na gestão da área de recursos humanos e a Xerpa trouxe o serviço para o Brasil em 2018. Hoje, já tem mais de 60 mil colaboradores, de diferentes empresas, com acesso à plataforma Xerpay em todo o território brasileiro.

 “O salário sob demanda se transformou numa das ferramentas mais eficientes para contribuir para o bem-estar financeiro dos trabalhadores. Entre janeiro e agosto de 2021, o uso da nossa ferramenta cresceu mais de 230% e calculamos que, ao todo, os colaboradores que usam o Xerpay já economizaram R$13 milhões, que seriam pagos em juros de cheque especial. A integração do Xerpay à plataforma Betterfly vai colaborar para que os usuários se sintam mais seguros e protegidos  financeiramente, com acesso fácil aos serviços. Ao mesmo tempo, vão poder ajudar a outras pessoas por meio de ações sociais, agregando impacto à missão da Xerpa”, diz Nicholas Reise, fundador e CEO da Xerpay.

Por sua vez, Eduardo Della Maggiora, fundador e CEO da Betterfly, se refere à  operação vislumbrando uma experiência completa ao usuário. “Chegamos ao Brasil com um compromisso claro de ofertar proteção financeira a milhões de famílias. Ampliamos nossos benefícios e ofertas de produtos, de forma significativa, a todos os usuários. Acreditamos que a aquisição da Xerpa é um passo natural para que a Betterfly possa entregar uma oferta integral aos trabalhadores. Estamos construindo uma potência financeira alinhada ao propósito social nato da Betterfly. Um ecossistema que permite ao usuário melhorar seus hábitos saudáveis, sua qualidade de vida, além da possibilidade de ajudar a outras pessoas”.

Eduardo Della Maggiora – CEO Betterfly.

No Chile, onde a Betterfly tem mais de 170 colaboradores, a operação de M&A se dá com a aquisição das startups que compõem o grupo Kunder, uma empresa dedicada ao desenvolvimento de software para o mundo financeiro, que tem como clientes os principais players do mercado nacional. Por meio de suas subsidiárias, oferece diferentes produtos que farão parte da plataforma da empresa: Heypay! Numi, Nesto e um percentual do controle acionário da Racional.

Por meio da mecânica de jogos e da ciência comportamental, a Betterfly é pioneira em uma nova forma de democratizar o acesso à proteção financeira para todos, capacitando as pessoas a ajudar a outras e também a cuidar de seu próprio bem-estar mental e físico. Além de um seguro de vida dinâmico, os usuários podem acumular pontos, à medida que caminham, correm, meditam, estudem ou incorporem hábitos saudáveis em sua rotina. Cada atividade realizada aumenta, automaticamente, o valor de cobertura do seguro de vida e também disponibiliza moedas virtuais, os BetterCoins, que podem ser convertidas em doações para diferentes causas sociais e ambientais.

O Brasil foi o primeiro país em que a empresa iniciou operações fora de suas fronteiras. Executivos no Brasil já começaram a montar a equipe, com a expectativa de incorporar, nos próximos meses,  50 novas posições de trabalho, além da integração de colaboradores atuais do Xerpay. Os planos futuros incluem a expansão para outros países da América Latina, como México e, depois, para outros continentes.


Foto de destaque: Nicholas Reise, fundador e CEO da Xerpay.