Ir para o conteudo

Plataforma de engajamento digital para instituições financeiras recebe aporte de US$ 1,5 milhão

Com clientes nos Estados Unidos, Bolívia e Brasil, a Flourish acaba de receber sua primeira rodada de aportes, em captação liderada pela firma de venture capital Canary. O aporte de US$ 1,5 milhão contou também com a participação do Xochi Ventures, First Check Ventures, GVAngels e Magma Partners.

Além disso, investidores-anjo estratégicos, como Brian Requarth (fundador da VivaReal), Rodrigo Xavier (ex-presidente do Bank of America e UBS Pactual) e Beth Stelluto (ex-vice presidente da Charles Schwab) entraram na rodada.

A empresa, fundada pelo brasileiro Pedro Moura e pela norte-americana Jessica Eting, em Berkeley, na Califórnia, oferece soluções de tecnologia em recompensas e gamificação para que instituições financeiras retenham e conquistem novos consumidores dentro de seus aplicativos e sites.

“Em um cenário cada vez mais competitivo para os bancos e fintechs, com novos players surgindo e, agora, com o open banking, todo o setor financeiro está tendo de se reinventar e engajar os clientes é fundamental”, afirma o cofundador e CEO, Pedro Moura. De acordo com a Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária 2020, o setor bancário brasileiro investiu R$ 8,6 bilhões em tecnologia em 2019, o que representa uma alta de 48% em relação ao ano anterior.

A Flourish aposta em tecnologia e em experiência para ajudar os parceiros na retenção de clientes. Na prática, a plataforma conta com três módulos principais para os consumidores. Um é um sistema de recompensas, que garante incentivos financeiros a quem cumpre as metas para economizar ou investir. Outro são regras automáticas de micro investimento, que podem ser personalizadas — como fazer o usuário aplicar uma quantia pequena após cada vitória de seu time de futebol.

Além disso, há uma área de educação financeira, que transforma as transações e gastos do usuário em um jogo de perguntas e respostas. Em última instância, a proposta é auxiliar as pessoas a estabelecerem bons hábitos financeiros. 

No Brasil, a startup iniciou suas atividades em um projeto com o Sicoob, após testar seu modelo de negócios com instituições dos Estados Unidos e da Bolívia, como CommonWealth, Opportunity Fund e BancoSol. As empresas podem se conectar à solução por meio de um kit de desenvolvimento de software (SDK) ou uma interface de programação de aplicativo (API) – a Flourish fatura com o pagamento de uma taxa, paga pelas instituições, por cada usuário ativo do serviço. 

“A abordagem inovadora que Pedro e Jéssica construíram para ajudar as pessoas a ter educação financeira e gerir melhor o orçamento familiar nos atraiu, bem como a solução tecnológica que eles podem oferecer para diferentes parceiros em uma região extensa como a América Latina. Além disso, a experiência dos dois founders no universo financeiro é algo que pode ajudar muito a jornada da Flourish”, destaca Marcos Toledo, sócio da firma de venture capital Canary. 

Para William Cordeiro, diretor do GV Angels, “a Flourish entrega uma solução inevitável para que os bancos se mantenham competitivos e, ao mesmo tempo, empoderem seus clientes financeiramente. Acreditamos que a tecnologia criada pelo time é um caminho óbvio para que as instituições financeiras promovam uma maior inclusão financeira na região.” O GV Angels é um grupo de investidores anjo formado por ex-alunos da FGV.

Com famílias de imigrantes nos EUA, founders se conheceram em MBA em Berkeley

Nascido em Natal, Moura emigrou para os Estados Unidos ainda adolescente, ao lado de sua mãe, em busca de uma melhor qualidade de vida. Lá, fez diversos “bicos” durante o ensino médio para se sustentar, desde entregar jornais a faxinas, e aprendeu a importância de gerenciar suas finanças. Foi estudar economia na Universidade da Califórnia em Davis (UC Davis) e passou por empresas como JP Morgan Chase e Oportun, instituição com foco em comunidades carentes. 

Filha de um filipino e de uma descendente de mexicanos, Jessica também se deparou cedo com a necessidade de ganhar seu próprio dinheiro e economizar. Cursou um bacharelado de estudos étnicos na Universidade da Califórnia em Berkeley (UC Berkeley) e dedicou a maior parte de sua carreira como investidora e líder de operações no setor filantrópico, na ZeroDivides e na College Futures Foundation.

Foi em um MBA de Business Administration na Haas School of Business, da UC Berkeley, que os dois se conheceram. Com o mesmo interesse de criarem um negócio que garantisse mais liberdade financeira às pessoas, fundaram a Flourish no final do curso, em 2018. “Tanto para mim quanto para a Jessica é importante ter uma solução inovadora, escalável e que tenha impacto na vida das pessoas”, conta Moura.

Antes de começar a atuar no modelo B2B, a Flourish lançou um aplicativo B2C, que funcionou como um piloto para validar a plataforma nos Estados Unidos. No teste, os usuários tinham acesso a uma conta digital que os recompensava com prêmios e experiências divertidas, como jogos, a cada etapa avançada em sua jornada financeira. Em 2020, o uso do app ajudou usuários a começar a ter o hábito de poupar, gerando ainda uma economia média de US$ 600 ao longo de seis meses.

Com time de 10 pessoas dividido entre EUA, México e Brasil, a empresa mira principalmente em instituições financeiras que têm maiores barreiras para desenvolver produtos digitais, tanto nos Estados Unidos quanto na América Latina. Com o aporte, os planos são de aumentar o número de instituições financeiras e usuários atendidos na América Latina, expandir a equipe e trabalhar no desenvolvimento de novas funcionalidades para grandes empresas  


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.