Ir para o conteudo

Uma reflexão sobre a diferença entre propósito e missão

* Por Sérgio Roque

Assisti Soul, a nova animação da Disney. Bem feita, sensível, divertida e vale a pena assistir. E trata sobre propósito de vida que tanto falamos hoje em dia. Dela tirei uma reflexão sobre a diferença entre propósito e missão.

Eu mesmo já confundi várias vezes o conceito de propósito e missão. Todos nós temos os dois na vida. Vamos analisar o tema na vida de duas pessoas, uma que mudou o mundo todo, o mestre Jesus e outra que mudou a vida do seu país, Mohandas Karamchand Gandhi ou Mahatma Gandhi que mudou a vida da Índia.

O propósito de vida de Jesus era pregar uma nova forma de viver e de espiritualidade. Sua missão era cumprir, segundo ele o que foi lhe ordenado por Deus. O cumprimento de sua missão, morte violenta e marcante nas mãos do império dominante da época, os Romanos, permitiu que seu propósito de uma nova vida fosse disseminado no mundo por seus discípulos e aqueles que acreditaram na sua proposta. 

O propósito de vida de Gandhi era pregar uma forma de resistência não violenta para se conseguir mudanças e mais justiça social (seu trabalho começa na África do Sul com tribos indígenas) e dentro desta proposta sua missão era livrar a Índia do domínio britânico. A independência ocorrera em 1947 e ele, assassinado em 1948.

Vemos que propósito de vida está inserido no dia a dia dentro de uma filosofia ou proposta que permeia e orienta todas as ações necessárias para o cumprimento da missão.

Toda (o) executiva (o) e empreendedora (dor) deveria refletir sobre seu propósito e missão na vida, pois quando conhecemos profundamente nossa proposta e o que queremos realizar, essa postura aumenta nossas chances de realizar e diminui nossas frustrações e vazios existenciais. 

A falta desta visão clara do que somos e do que queremos tem levado os executivos a processos depressivos ou de ansiedade e todos os problemas decorridos disso para eles e para as empresas. O alto estresse gerado pela pressão das empresas e da auto cobrança por sucesso nos cega totalmente para qualquer proposta mais ampla e de mais significado.

Minha proposta é estabelecer uma agenda que tenha momentos programados de criatividade e descanso no meio do dia. Meditação, ações terapêuticas (jogos, arte etc.) e terapia são algumas das formas de ter momentos para refletir sobre seu propósito e para onde você quer que ele te leve como ser humano.

Nossa proposta se complementa orientando nossas (os) clientes para que tenham objetivos claros nas suas relações com as pessoas de sua família, de sua profissão, sua sociedade e na relação consigo mesmas e com o universo como um todo.

Tenho refletido nos últimos dez anos sobre meu propósito e missão. Acredito que a cada dia estou mais perto da clareza que necessito. Hoje meu propósito é propor uma forma de sermos melhores a cada dia através de caminhos de autoconhecimento verdadeiros e minha missão é criar uma comunidade que tenha como vínculo maior entre si propósitos de vida claros voltados para uma humanidade melhor e mais justa.

Conversando com uma amiga e cliente sobre propósito e missão ela me disse: “Mas eu sou apenas uma mera funcionária de atendimento”. Rebati dizendo: Todos nós, qualquer profissão, qualquer posição, temos no nosso dia o poder de decidir fazer o que estiver fazendo da melhor forma que conseguirmos. Este é o primeiro passo para se achar um propósito. Se você atender com excelência, vai trazer ao mundo mais gentileza, mais simpatia, mais confiança e para muitos mais alegria e esperança no ser humano. 

Todo dia. Isso não é excelente?


Sergio Eduardo Roque é coach executivo e de vida com foco em processos de autoconhecimento na SerOQue Desenvolvendo Pessoas. Com formação em engenharia (FAAP) e marketing (ESPM) atua há mais de 25 anos no mercado como executivo e empreendedor.

Espaço Exclusivo para Executivos e Empresários transmitirem conhecimento, experiência sobre carreira no mercado corporativo, transição de carreira de executivo para empreendedor, dicas e mentoria para quem está iniciando como Startups ou precisa se capacitar para tornar-se um Gestor.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.