* Por Exame.com

Um protótipo de um novo foguete da SpaceX, o Starship NS8, explodiu ontem enquanto tentava pousar durante um teste em Boca Chica, Texas. Ele havia sido lançado para testar a instalação dos foguetes. O foguete destruído no acidente era um protótipo de 16 andares, feito para a aeronave de carga pesada que está sendo desenvolvida pela empresa espacial de Elon Musk. Seu objetivo é transportar humanos e 100 toneladas de carga em futuras missões à Lua e a Marte.

O voo tinha como objetivo atingir uma altitude de 12.500 metros, impulsionado por três dos motores Raptor recentemente desenvolvidos pela SpaceX. Não se sabe, porém, até que altura o foguete chegou antes do acidente.

Após o pouso, Musk disse que, durante a descida, a “pressão do tanque do coletor de combustível do foguete estava baixa”, “fazendo com que a velocidade de aterrissagem fosse alta”. Musk acrescentou que a SpaceX obteve “todos os dados necessários” do teste e considerou a fase de ascensão do foguete um sucesso. Logo depois do acidente, ele postou em sua conta no Twitter uma mensagem entusiasta: “Marte, lá vamos nós!”.

Imagam do Starship NS8 antes da decolagem.

A Nasa concedeu à SpaceX US$ 135 milhões para ajudar a desenvolver a Starship, concorrendo com empreendimentos rivais como a Blue Origin, empresa espacial do dono da Amazon, Jeff Bezos, e da Dynetics, de propriedade da Leidos. As três empresas estão competindo por contratos futuros para construir os módulos lunares no programa Artemis da Nasa, que prevê uma série de explorações lunares humanas na próxima década.

A SpaceX, com sede em Hawthorne, Califórnia, tem comprado propriedades residenciais na vila de Boca Chica, ao norte da fronteira dos Estados Unidos com o México, para abrir espaço para suas instalações em expansão da nave espacial, que Musk imagina como uma futura “porta de entrada para Marte”.

Veja o vídeo no link.

* Por Laura Pancini, para a Exame.com