* Por Exame.com

Jeff Bezos acumula uma fortuna de mais de US$ 200 bilhões e comanda uma das maiores companhias do mundo — que deve ter resultados excelentes, mesmo durante a pandemia. Olhando para a posição que o executivo ocupa agora, fica difícil pensar nele como recrutador, fazendo entrevistas para cada novo funcionário que chega à Amazon.

Mas, nem sempre foi assim. E durante o período em que tinha de realizar essa tarefa, Bezos desenvolveu um guia prático de três perguntas a serem feitas obrigatoriamente para cada novo colaborador da empresa. Dessa forma, conseguiria garantir que o mesmo nível de exigência almejado por ele se mantivesse ao longo do tempo.

Em uma coluna publicada no portal da CNBC, Tom Popomaronis, especialista em comércio e vice-presidente de inovação da Massive Alliance, explica quais são as três perguntas elaboradas pelo CEO da Amazon. São elas:

“Eu vou admirar essa pessoa?”