A OnePay, startup do mercado de pagamentos, banking e operações financeiras, efetivou sua primeira rodada de investimentos. O valor, que não foi revelado, será utilizado no crescimento da fintech nos mercados de Banking e Cross-border Payments.

Com um crescimento médio de 30,82% ao mês no primeiro ano e faturamento de R$ 150 milhões registrado no mês de setembro, a OnePay encarou os seis meses de pandemia com crescimento médio mensal de 10,85%. Agora, com o investimento, a fintech passa a ter um valuation de R$ 70 milhões.

Atualmente, com uma equipe de 400 colaboradores, a startup usará o valor do aporte no crescimento das equipes comercial e de tecnologia, na expansão para operações internacionais, no incremento da estrutura de marketing, na construção de um novo posicionamento institucional e também na estruturação de novos produtos financeiros.

O início

Criada há dois anos por Jonny Morais e Thiago Lopes, a fintech une a experiência dos empreendedores nas áreas comercial, tecnologia e financeira. Segundo eles, o diferencial da startup e principal razão de uma evolução tão expressiva é resultado de uma metodologia de alta performance no alcance territorial desenvolvida ao longo dos últimos 4 anos e aplicada na OnePay, nunca perdendo o foco do perfil humanizado de approach e atendimento aos clientes.

“Nosso crescimento não foi mágico, mas sim o resultado de uma estratégia focada em sempre aprimorar a precisão na detecção de quais clientes e em quais regiões nossa atuação gera valor imediato, sempre com uma atenção especial às expectativas dos clientes e prospects. Levamos a sério conceitos como growth hacking e customer centricity”, pontua Jonny Morais, CEO da OnePay.

Onepay

Thiago Lopes e Jonny Morais, CFO e CEO da OnePay, respectivamente.

Seu modelo de negócios é estruturado tanto por meio de vendas diretas como por parceiros de negócios que atuam em todo o Brasil. Atualmente, são 65 centrais dedicadas a comercializar as soluções da OnePay.

Hoje já são mais de 12 mil empresas que utilizam soluções OnePay e este número está prestes a catapultar com a entrada de mais de 500 mil clientes oriundos do grupo econômico do fundo investidor, que não foi anunciado, e que serão inseridos na plataforma OnePay até o final do ano. Já o faturamento total de 2020 será consolidado em R$ 1,2 bilhão, segundo projeções da empresa.

“O conhecimento, os produtos e as ferramentas financeiras por muitos anos estiveram apenas nas mãos do sistema bancário, que sempre teve como regra retirar o máximo de lucro entregando o mínimo de valor para a população. Somos uma fintech jovem, cheia de energia e que tem como propósito utilizar nosso conhecimento para desenvolver e distribuir produtos e serviços financeiros, sempre entregando mais valor à população em termos de custos, acesso e inclusão. Acreditamos que todos têm direito de conhecer e acessar toda gama de produtos financeiros existentes no mundo, independentemente de sua classe social e econômica”, explica Thiago Lopes, CFO da OnePay.