A edtech gaúcha Diário Escola, aplicativo de comunicação e gestão escolar, recebeu, recentemente, sua primeira rodada de investimento-anjo, um aporte de mais de R$ 1 milhão, dos quais R$ 828 mil vieram do grupo de investimento-anjo GVAngels e o restante de coinvestidores. Com a nova rodada, a startup pretende quadruplicar seu faturamento em 3 anos.

No final de 2015, quando a empresa foi lançada ao mercado, a solução conquistou 40 clientes e hoje, quase cinco anos depois, já atende aproximadamente 350 instituições de ensino. A empresa é formada por quatro sócios que trabalham em tempo integral e com dedicação exclusiva ao SaaS oferecido às escolas particulares do ensino básico: Antônio Berthêm, diretor executivo; Marcus Drzewinski, diretor de Tecnologia; Israel Lemes, diretor operacional; e Raquel Tiburski, diretora de Negócios e Marketing.

Em 2017, o aplicativo já havia recebido um investimento de R$ 250 mil, e mentoria da aceleradora WoW, de Porto Alegre (RS). Na ocasião, o Diário Escola investiu, majoritariamente, em marketing digital para viabilizar seu primeiro crescimento robusto. Com o novo aporte, o Diário Escola desenvolverá, principalmente, sua área de marketing, aumentará seu time de vendas, reforçará seu suporte tecnológico e desenvolverá novas funcionalidades para o aplicativo.

Wlado Teixeira, diretor executivo do GVAngels, que liderou o grupo de investimento no Diário Escola, comenta que o potencial de crescimento da edtech é alto. “A liderança da empresa é formada por profissionais com muita experiência em tecnologia e vendas. Chegaram a mais de R$ 1 milhão de faturamento em 2019, mesmo com um time de vendas super enxuto, o que faz dessa característica, um dos grandes diferenciais da empresa”, aponta Teixeira.

Educação na pandemia

Além disso, a startup Diário Escola, classificada pela Forbes como uma das 100 edtechs mais inovadoras da América Latina, é o único aplicativo de comunicação escolar parceiro do Google, que apresenta certificado Cloud e For Education no Brasil. Sendo assim, possui integração total do aplicativo ao Google Classroom e a todas suas facilidades.

Entre os clientes da empresa, estão colégios e redes do Brasil, como o Colégio Província de São Pedro, em Porto Alegre (RS), Rede Unificado de Itajaí, em Santa Catarina (SC), Colégios Costa Aguiar com quatro unidades em São Paulo (SP), Rede M2 rede de escolas em Belo Horizonte (MG), e a Creche Escola Bebê Bombom e o Colégio Connexus, em Manaus (AM), que foram as primeiras escolas do país a retomarem  as aulas presenciais, ainda durante a crise da Covid-19, em 6 de julho.

Raquel Tiburski, diretora de Negócios e Marketing da Diário Escola.

Alocadas em uma das regiões que teve momentos mais críticos durante a pandemia, as escolas reabriram com segurança, graças ao engajamento de todos os profissionais e responsáveis pelos alunos. O aplicativo Diário Escola exerceu papel fundamental na retomada, pelas suas funcionalidades, e pelo suporte completo que oferece ao processo. O app entrega, em tempo real, todas as informações de controle que a gestão da escola precisa. E, também disponibiliza a customização total do aplicativo, de acordo com as normas de segurança da saúde, de cada município no Brasil.

Segundo Annik Barbosa, diretora das escolas Creche Escola Bebê Bombom e o Colégio Connexus, o aplicativo Diário Escola foi muito importante para manter o contato direto com os pais, passar comunicados e informações de uma forma direta, simples e eficaz. “Compartilhamos através do Diário Escola o que estávamos fazendo, desde videoaulas até as fotos das providências que a escola estava tomando para o retorno das aulas. Com o aplicativo, controlamos em relatórios todas as ações que a escola faz e que exigem os protocolos governamentais de saúde. É fantástico”, relata a executiva.

Raquel afirma que, em 2020, entre março e setembro (período de pico da pandemia), a empresa teve um aumento expressivo de vendas: 65% em vendas, em comparação com o mesmo período do ano anterior. “Somos a melhor solução para as escolas, pois oferecemos segurança e controle na retomada das aulas presenciais. O Diário de Classe digital, assim como as rematrículas e matrículas online, proporcionam agilidade e modernidade, enquanto os canais de comunicação externos permitem aulas remotas e híbridas. Durante a pandemia, liberamos gratuitamente o envio ilimitado de áudios e vídeos. E, também, o módulo Chegando, para viabilizar todas as possibilidades de contato entre a escola, os pais e os alunos”, conclui Raquel.