Para diversificar as receitas da ONG Gerando Falcões, o empreendedor social Edu Lyra criou uma ideia que tem o potencial de ser escalada em todo o Brasil e criar novos modelos econômicos no terceiro setor. Trata-se de um bazar-escola. Uma operação de varejo social, que dialoga com nosso tempo de reciclagem, reutilização de bens, etc. A XP Investimentos é a primeira investidora da iniciativa.

Atualmente, a ONG trabalha através de cultura, esporte e qualificação profissional para atender jovens e crianças de periferias. No dia 26 de novembro, a Gerando Falcões fará a inauguração do primeiro Bazar-Escola, em Poá, na Grande São Paulo. “Grandes empresas que estão, por exemplo, trocando os seus computadores, poderão doar os antigos para nós. Vai fazer uma super diferença para quem precisa”, explica Edu. “E a pessoa física que quiser doar peças de roupa, móveis, eletrodomésticos, faremos a retirada”. Ele aposta em tecnologia e logística para dar fluxo ao trabalho de recolher e disponibilizar rapidamente as doações.

Com um aporte de R$ 500 mil, a XP Investimentos é a primeira investidora da iniciativa. O recurso será  usado na contratação de pessoal, implementação das operações de logística, armazenamento, processamento e vendas do novo centro de distribuição focado em economia circular.

O valor será devolvido dentro de dois anos a XP sem lucro. “A XP está nos ajudando a mudar a nossa matriz econômica para não depender apenas de doação. Mas diversificarmos nossa receita com produtos sociais”, entusiasma-se Edu.

Edu Lyra, fundador do Gerando Falcões, no galpão onde será construído o novo negócio.

A estruturação do novo negócio conta com o apoio e consultoria das empresas Accenture e Zeta. Já a criação do modelo conceitual do espaço de mais de 500 m² está sendo desenvolvida pela Triplex Arquitetura.

Assim que o novo centro for inaugurado, será possível que qualquer pessoa, física ou jurídica, possa doar bens de consumo que estejam em boa qualidade: roupas, móveis, eletrodomésticos, eletrônicos, etc. “Queremos ampliar o repertório de doação no Brasil. Transmitir a mensagens de que doar bens, faz bem. Ninguém precisa ser rico pra doar. Podemos receber tudo desde que esteja em bom estado”, completa Edu.

Mayara Lyra, cofundadora da Gerando Falcões, que era CFO da ONG, assumiu a área de novos negócios e vai tocar a operação. “É um negócio que potencial de escala. Todo recurso será reinvestido em nossos programas sociais”, diz ela.

A Gerando Falcões disponibilizará uma equipe para realizar a retirada das doações em qualquer região de São Paulo ou grande São Paulo. Para doar, basta acessar bazar@gerandofacoes.com ou ligar para o número (11) 9 7382-6947.