O Google, de propriedade da Alphabet, comprará uma participação de 7,7% na Jio Platforms por US$ 4,5 bilhões, juntando-se ao Facebook para ajudar o braço digital da Reliance Industries a realizar suas elevadas ambições.

A Reliance, a empresa mais valiosa da Índia e administrada pelo bilionário Mukesh Ambani, já vendeu quase 33% da Jio Platforms, que possui aplicativos de músicas, filmes e opera redes de telecomunicações e a Jio Infocomm por 1,52 trilhão de rupias (US$ 20,22 bilhões). O Facebook comprou uma participação na empresa no final de abril.

O último investimento anunciado nesta quarta-feira ocorre poucos dias após a Alphabet anunciar que investirá US$ 10 bilhões na Índia por meio de um chamado fundo de digitalização nos próximos cinco a sete anos.

“Ao finalizarmos nosso atual ciclo de captação de recursos, temos o prazer de receber outro parceiro estratégico da Jio”, disse o presidente da Reliance, Mukesh Ambani, na reunião anual de acionistas da empresa, realizada virtualmente.

O Google terá um assento no conselho da Jio Platforms como parte da transação, disse um executivo do Google à Reuters em entrevista. O Facebook também tem um assento no conselho.

A transação reforçará as ambições tecnológicas da Reliance, como a construção de casas inteligentes, usando soluções semelhantes à assistente de voz Alexa, da Amazon, além de carros conectados e sistemas de segurança.

A Jio e o Google também formarão uma parceria para produzir um “smartphone 4G ou 5G” de baixo custo para a Índia, disse Ambani, em um movimento que provavelmente levará dezenas de milhões de indianos a usar a internet móvel pela primeira vez.

“Por meio dessa parceria com a Jio Platforms, vemos a chance de ter um impacto ainda maior do que qualquer empresa sozinha”, disse o presidente-executivo da Alphabet, Sundar Pichai, em um vídeo, acrescentando que o investimento na Jio foi “o primeiro e o maior” investimento que o Google faria através do fundo de US$ 10 bilhões.

Fonte: Agência Reuters