A Unike Technologies, startup que utiliza biometria para melhorar a experiência de consumo dos brasileiros, em parceria com grupos de pesquisa científica das Universidades de Cambridge e Carnegie Mellon, acaba de desenvolver uma pesquisa para auxiliar no monitoramento e combate à covid-19.

Utilizando Inteligência Artificial e aprendizado de máquina, a pesquisa visa auxiliar na identificação de pessoas infectadas pelo vírus por meio da voz, além de monitoramento de sinais vitais por vídeo. A pesquisa está em andamento e pode ser respondida por pessoas com idade a partir dos 18 anos. Entre março e junho, mais de 500 mil pessoas no mundo realizaram o teste e destas aproximadamente 1% foram avaliadas de forma positiva para o vírus.

A Unike foi responsável por criar a tecnologia usada na pesquisa que recolhe informações via WhatsApp dos participantes. Dessa forma, o mecanismo coletará dados demográficos básicos como: histórico médico, amostras da voz (leituras de textos na tela e pronúncia de sons específicos), imagem facial e alguns segundos do som da tosse do indivíduo que será captado pelo microfone do celular.

Todos os dados coletados são criptografados e armazenados em servidores destinados apenas para o estudo. A pesquisa está disponível no link.