A WEG, empresa global de equipamentos eletroeletrônicos, anunciou um acordo para a aquisição do controle da startup paulistana Mvisia, especializada em soluções de inteligência artificial aplicada à visão computacional para a indústria. Com o fechamento do acordo, a WEG passa a ter 51% do capital social da Mvisia, com possibilidade, prevista em contrato, de aumentar sua participação nos negócios futuramente.

A aquisição faz parte da estratégia da companhia de incluir novos recursos à WEG Digital Solutions e a plataforma IoT WEGnology, lançada recentemente com o objetivo de atender as demandas da Indústria 4.0.

Fundada em 2012 no Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, da Universidade de São Paulo (USP), a Mvisia é uma das empresas nacionais de destaque no ramo de Visão Computacional para a Indústria, possuindo softwares e sistemas de visão próprios, e com forte know-how em aplicações de processamento embarcado e algoritmos de machine learning para vídeos e imagens, com integração aos sistemas MES utilizados na indústria, bem como através de processamento em nuvem via dispositivos móveis ou integrado a plataforma aberta WEGnology.

Segundo Carlos José Bastos Grillo, diretor de Negócios Digitais da WEG, a Mvisia possui uma solução madura e escalável, de grande valor para as técnicas de monitoramento, sensoriamento e gerenciamento de processos industriais através de visão computacional e algoritmos de Inteligência Artificial (Machine Learning, Python, OpenCV).

“Com esta aquisição incluiremos no nosso ecossistema digital uma tecnologia de captura, tratamento, processamento e armazenamento dos dados através de imagens, capaz de enviar para a nuvem informações precisas e em tempo real, possibilitando controle de aspectos como produtividade, segurança, quantidade de defeitos e dimensões, gerando insights automáticos sobre atributos quantitativos e qualitativos de produtos, bem como treinar as redes neurais dos algoritmos com o comportamento de processos específicos através do uso de imagens estáticas ou em movimento”, explica Grillo.

Esta é a terceira aquisição da WEG desde que a Companhia anunciou, em junho de 2019, a criação de uma nova estrutura de negócios digitais para acelerar o desenvolvimento de tecnologias mais eficientes para o crescimento contínuo da Indústria 4.0