* Por Exame.com

Uma startup de São Francisco (Estados Unidos) criou uma campanha para conseguir investidores via crowdfunding, a fim de viabilizar seu projeto que pretende mudar a forma como viajamos de avião. A Zephyr Aerospace já levantou mais de US$ 89 mil dólares com o projeto.

A proposta da companhia é que os assentos de aviões sejam desenhados de tal forma que permitam ao passageiro viajar deitado. Há ainda a possibilidade de assentos sobrepostos, como num beliche. Segundo a startup, o desenho dos assentos também favorece o distanciamento social, uma grande preocupação do setor em tempos de pandemia.

“A maior parte dos assentos de avião não mudou desde 1970. 99% de todos os assentos de classe econômica são fixados na vertical e impossibilitam que o passageiro durma neles. Eles forçam posturas não naturais por longos períodos e podem prejudicar a saúde”, diz a companhia.
“Nosso projeto com patente pendente apresenta um módulo de assentos compatível com distanciamento social que vai mudar o setor de linhas aéreas”, continua a empresa.

A startup iniciou processo para patentear a ideia e afirma que o design pode ser adaptado para aeronaves já existentes de companhias como Boeing e Airbus. A empresa diz que já mantém conversas com companhias aéreas como British Airways, Delta e Lufthansa.

arrecadação via crowdfunding já teve mais de 400 investidores e ficará no ar por mais 40 dias. A empresa já arrecadou mais de 100% do valor previsto.

* Por Mariana Desidério, para Exame.com