A Uber anunciou um programa nacional, em suporte aos mais de 1 milhão de parceiros que a empresa tem no Brasil, em face da pandemia global de coronavírus. As ações para auxiliar motoristas e entregadores de comida incluem medidas diretamente adotadas pela empresa e parcerias que proporcionam novos recursos para todos aqueles que usam a Uber para gerar renda.

A parceria mais recentemente fechada pela Uber foi com o Vale Saúde Sempre, oferecido para todos os parceiros. O Vale Saúde Sempre oferece descontos em consultas médicas em rede de atendimento privada e mais de 3 mil tipos de exames laboratoriais e de imagens. Sem carência para utilização, o programa também dá 20% de desconto em medicamentos nas farmácias credenciadas. Não será cobrada anuidade dos parceiros para acesso a esse programa – sem o acordo com a Uber, o custo do programa para o parceiro seria de R$ 358,80 por ano.

“Estamos acompanhando a situação bem de perto e esta é mais uma medida que a Uber adota para reforçar seu papel social e auxiliar na prevenção e proteção de parceiros e usuários”, destaca a diretora-geral da Uber no Brasil, Claudia Woods. “A segurança e o bem-estar de todos os que usam nosso aplicativo para se deslocar ou para gerar renda é a nossa prioridade.”

Nesta semana, a Uber anunciou que motoristas e entregadores parceiros no Brasil terão a opção de utilizar o serviço de orientação médica online do Hospital Israelita Albert Einstein. Chamado de Einstein Conecta, o serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, com orientações por videoconferência.

O serviço segue protocolos internacionais de segurança do paciente para atendimento a distância e privacidade da informação médica. O recurso pode ser acessado mediante um valor adicional pelo pacote Vale Saúde Sempre.

Além disso, a companhia implementou uma política para que qualquer motorista ou entregador parceiro que for diagnosticado com a covid-19, ou tiver quarentena individual solicitada por uma autoridade de saúde ou por um médico por ser grupo de risco, receba assistência financeira por até 14 dias, enquanto estiver impossibilitado de usar a plataforma. O valor da assistência financeira vai ser baseado na média diária de ganhos do parceiro nos seis meses anteriores a 6 de março: caso ele esteja usando o app há menos tempo, a média vai ser baseada nos ganhos desde a primeira viagem ou entrega até o dia 6 de março de 2020. Os detalhes estão disponíveis no próprio aplicativo do parceiro, no Menu ‘Ajuda’ e depois em ‘Política de Auxílio’ e neste blog.

A empresa também oferecerá recursos para ajudar motoristas parceiros a manter seus carros limpos em todo o Brasil. Os motoristas parceiros que estiverem nas cidades mais afetadas terão prioridade para aquisição e a empresa continua a trabalhar nos procedimentos operacionais do programa. Os usuários também passaram a receber pelo app da Uber mensagens educativas, pedindo que fiquem em casa ou viagem apenas se necessário. Também, nos últimos dias, os parceiros foram informados que, além do álcool gel, poderão solicitar reembolso para outros itens de proteção individual, como máscaras e luvas.

Para ajudar a proteger entregadores parceiros, a empresa enviou mensagens aos usuários do Uber Eats para a entrega de pedidos sem contato direto – o usuário pode deixar uma instrução no app para pedir ao entregador que deixe o pedido na porta. Além disso, reforçou algumas medidas junto aos usuários e motoristas, visando o bem-estar de todos os que utilizam a plataforma para se deslocar: lembretes para lavar as mãos, abrir as janelas do carro e sentar no banco de trás estão entre as mensagens.

Outra iniciativa da empresa, em parceria com a Central Única de Favelas (CUFA), é a doação de cestas básicas e kits de higiene a comunidades vulneráveis afetadas pelo coronavírus. As doações podem ser feitas por meio da loja virtual “A comunidade nos move”, disponível no aplicativo do Uber Eats. Lá, o usuário seleciona os produtos que quer doar e finaliza a compra.

As cestas serão entregues ao longo das próximas semanas em centros de distribuição coordenados pela CUFA, que fará a entrega para as famílias. Inicialmente, as cidades atendidas pela ação são Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

A empresa também realizou a doação de 3.700 unidades da máscara N95 para o Hospital Municipal do M’Boi Mirim, em São Paulo. Além disso, foi expandida, essa semana, a campanha para apoiar a manutenção dos estoques em bancos de sangue. A Uber está custeando em até R$30 para cada trecho as viagens de doadores que queiram se deslocar ao Hemocentro de Porto Alegre, que teve queda nas doações nas últimas semanas.

A medida faz parte do compromisso anunciado pelo CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, de fornecer em todo o mundo 10 milhões de viagens e entregas de alimentos gratuitas para profissionais de saúde, idosos e pessoas em necessidade durante a pandemia. A iniciativa segue sendo ampliada para novas cidades e atende, até o momento, as cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza e Teresina.

Proprietários e operadores de restaurantes independentes também receberam o apoio da empresa. Com o aplicativo Uber Eats, ela passou a dar mais visibilidade a restaurantes locais e oferecer aos usuários gratuidade na taxa de entrega para pedidos feitos em milhares de pequenos e médios restaurantes parceiros independentes do Brasil. Além disso, todos os restaurantes cadastrados na plataforma ficaram isentos da taxa de retirada quando os usuários fizerem um pedido pelo aplicativo e optarem por buscar a refeição pessoalmente. Desde o começo do mês, também é possível realizar compras em farmácias, lojas de conveniência e pet shops pela plataforma.

Uber Eats para Empresas foi outra iniciativa da empresa. O programa permite às empresas comprar refeições do Uber Eats para seus funcionários que estão trabalhando de casa ou que precisam trabalhar fora e estão encontrando menos opções de alimentação. A novidade também ajuda a ampliar o mercado dos restaurantes e entregadores parceiros do Uber Eats ao permitir que eles tenham acesso a um maior volume de pedidos.

Por fim, a Uber mantém uma equipe multidisciplinar, disponível 24 horas por dia, para auxiliar as autoridades de saúde pública em seu plano de resposta contra a pandemia. A empresa também conta com a consultoria de um epidemiologista para garantir que as medidas tomadas sejam embasadas em orientações e evidências médicas.