A Microsoft anunciou hoje, em um evento realizado na sua sede em São Paulo, as primeiras startups selecionadas para participar do programa Women Entrepreneurship (WE), iniciativa idealizada pela Microsoft, Sebrae Nacional, Bertha Capital e Belvedere Investimentos.

O programa tem como objetivo fomentar o empreendedorismo feminino e pretende ajudar no desenvolvimento de iniciativas disruptivas, de base tecnológica e que tenham pelo menos uma mulher como sócia do empreendimento.

Marcella Ceva, executiva-chefe de investimentos do WE Ventures, contou que a ideia é que as empreendedoras recebam apoio de ponta a ponta, desde a sua ideia até um investimento robusto .”O nosso objetivo é fortalecer esse ecossistema de empreendedorismo feminino na tecnologia, mas sempre aliando impacto social e retorno financeiro”, explicou ela.

No vídeo abaixo, Marcella explicou mais detalhes sobre o programa. Confira:

Através dos critérios estabelecidos pelo programa, foram selecionadas 18 startups que participarão desta primeira edição. Duas delas, a Pack ID e a WE Impact, receberão aporte financeiro do fundo WE Ventures. A WE Impact, que também é responsável por investimentos de capital estratégico, apoiará as startups Dinie, Afinando o Cérebro, Exemplaria Solutions e AI Robots. As outras 14 startups (Raks Tecnologia Agrícola, EntregAli, DNA da Educação, Tamboro, Abler Recrutamento Digital, Uffa, Ananse, Você Tech, Wecondo, Pontue – Redação Inteligente, Soul.Med, Logpyx, Cash.in e Coopark), participarão da iniciativa através de apoios e mentorias.

Empreendedorismo feminino 

Durante o evento também foram apresentados alguns dados sobre o cenário do empreendedorismo feminino que mostram que ainda há uma disparidade entre homens e mulheres:

– Startups fundadas por mulheres recebem menos de 50% do que as fundadas por homens;
–  2% das startups de base tecnológica possuem mulheres em cargos de liderança;
–  8% dos fundos de Private Equity ou VC na América Latina têm mulheres na Liderança;
– O investimento no crescimento de mulheres pode gerar um aumento no PIB mundial.

Tânia Consentino, presidente da Microsoft, completou dizendo que pesquisas feitas pela empresa apontaram que no mundo de Venture Capital as mulheres empreendedoras têm acesso a menos de 3% de todo o capital investido no mundo, e que por isso é importante que empresas líderes em seu mercado agreguem em sua missão o objetivo de trazer impacto social e ambiental para a sociedade.

Estrutura 

Para mostrar como chegarão ao impacto almejado, Marcella explicou sobre a estrutura do fundo que terá investimentos de pessoas físicas e jurídicas. Através da parceria com a Belvedere Investimentos, pessoas físicas também poderão colaborar com o fundo We Ventures, que também terá como fonte de captação as empresas Microsoft, Flex, Sabin e Pacto Energia, estas três últimas anunciadas hoje como novas parceiras.

We Ventures

O fundo tem o objetivo de captar R$100 milhões em até cinco anos e já tem R$50 milhões captados até o momento. O foco será o investimento em startups que estão passando pela fase conhecida como “vale da morte” e os aportes vão de e R$ 1 milhão a R$ 5 milhões.

Além do aporte direto nas startups, o valor captado pela We Ventures também será repassado para o We Impact, que por sua vez, fará os investimentos nas startups apoiadas.

We Impact

O We Impact ficará responsável por formar novas startups e acompanhá-las durante toda a jornada empreendedora, incluindo investimento de capital estratégico e financeiro, que pode ir de R$50 mil a R$ 500 mil, além de oferecer networking e serviços especializados.

E para garantir o apoio à empreendedora desde o início de sua jornada, o Sebrae entrará para complementar as competências dos outros parceiros com gestão, mentoria e disponibilização do espaço de convívio Sebrae Labs.

Conheça mais sobre as startups selecionadas:

PackID:  a startup é especializada no monitoramento de temperatura e umidade em tempo real com foco em evitar perdas, utilizando inteligência de dados aplicada em toda a cadeia de distribuição de produtos perecíveis;

Abler Recrutamento Digital: software para Recursos humanos que automatiza o processo de recrutamento e seleção com inteligência artificial para o RH acertar nas contratações;

AI Robots: atua com uma plataforma de inteligência artificial para robôs e equipamentos industriais, utilizando aprendizado de máquina para manutenção preditiva;

Afinando o Cérebro: healthtech que desenvolve jogos terapêuticos para o desenvolvimento auditivo;

Anaense: a startup desenvolve tecnologias de ponta para transportar ativos e fragrâncias e liberá-los de maneira controlada para uso em cosméticos, cosmetotêxteis, embalagens, amostras e marketing olfativo;

Cash.in:  a startup possui uma solução de pagamentos de incentivos e bonificações no mercado corporativo, tanto para funcionários efetivos quanto terceirizados;

Coopark: pataforma que oferece tecnologia, dados e soluções avançadas de análise e gestão de estacionamentos para reinventar a infraestrutura do setor e ressignificar a experiência de estacionar.;

Dinie: a fintech possui uma conta digital que fornece uma linha de crédito rotativa e reutilizável para pequenos negócios.

DNA da Educação: funciona como mentor de carreira online para o estudante, que identifica seu perfil comportamental, personalidade, valores e interesses e conecta o aluno com as oportunidades de trabalho mais aderentes ao seu perfil;

EntregAli: startup de IoT (Internet of Things) com propósito de facilitar o recebimento e devolução de encomendas.

Exemplaria: RHTech que criou um algoritmo capaz de monitorar o engajamento das pessoas e das equipes prevendo a eventual saída de colaboradores ou diminuição da produtividade.

Logpyx: desenvolve um sistema e localização (Local Positionyng System) baseado em IoT para indústrias e operadores logísticos;

Pontue – Redação Inteligente: plataforma inteligente de ensino de redação voltada para o vestibular;

Raks Tecnologia Agrícola: a startup desenvolveu um sistema para otimização de irrigação utilizando um novo sensor de umidade do solo, que é fixo em campo e alimentado por placas solares, além de exibir os dados no site para o usuário.

Soul.Med: empresa de meios de pagamentos, focada em prestadores de serviços na área de saúde e bem-estar. A Soul Med tem a função social de proporcionar ao seu cliente a oportunidade de ter um atendimento médico de custo baixo,

Tamboro: startup de educação que oferece soluções online) com o objetivo de aprimorar o desempenho de jovens profissionais, alunos, e empresas e suas equipes, por meio do desenvolvimento das habilidades do século 21.

Uffa: portal especializado em recuperação de crédito que aceita diversas formas de pagamento como  cartões de crédito e até vales-refeições;

Você Tech: startup focada em selecionar e capacitar, gratuitamente, profissionais de Inside Sales e potenciais vendedores;

Wecondo: aplicativo feito para facilitar a administração de condomínios criando um elo de comunicação prática e eficiente entre a administradora e seus condôminos.

As inscrições para a próxima edição do programa devem abrir nos próximos 30 dias e devem ser feitas através do site.