* Por Lucas Silva

Quem se interessa por investimentos, sejam de renda variável ou renda fixa e aqueles que acompanham a Bolsa de Valores, já deve ter ouvido falar sobre o Day Trade, certo? Essa é uma das modalidades que tem atraído a atenção de muitos investidores audaciosos e tem se destacado nas possibilidades de investimentos.

Você sabe o que é o Day Trade e como ele funciona na prática? Confira mais sobre ele agora mesmo!

O que é Day Trade?

O Day Trade é, basicamente, operações de compra e venda de ações que são feitas em um mesmo dia, aproveitando as oscilações de preços com pouca diferença de horas ou minutos. Ou seja, ela consiste em comprar um ativo e vendê-lo no mesmo dia, buscando lucrar com as oscilações que acontecem em um pequeno período.

O investidor ganha dinheiro vendendo seus ativos por um valor maior do que ele pagou na compra, portanto, quanto mais ativos, mais chances de pequenos lucros.

Essa prática é uma tática que exige experiência de investimentos — seja ele de renda variável ou fixa  —, conhecimento de mercado, tempo disponível para acompanhar as ações e tolerância ao risco, afinal, pode ser que um ativo comprado oscile para menos e não aconteça o tão esperado lucro no investimento.

Até pouco tempo, os Day Traders eram os profissionais ligados a corretoras e que possuem muito conhecimento técnico de mercado. Porém, está cada vez mais comum encontrar pessoas físicas, independentes de instituições que operam por conta própria no mercado de investimentos.

Como operar Day Trade?

O funcionamento do Day Trade é relativamente simples, basta comprar ativos na baixa e vender em alta. Porém, é preciso saber identificar esses momentos e saber que os tempos de oscilação são curtos.

Portanto, é fundamental uma boa análise técnica baseada em cotação, volume de transação, médias e padrões, além de análise e entendimento das empresas para considerar o que é mais seguro para operação. Escolha uma estratégia e se mantenha com ela, utilize o recurso “pé no freio”, o stop loss, para evitar perder dinheiro, tenha calma, deixe achismos de lado, tome cuidado com as alavancagens e não pare de estudar sobre a estratégia.

E claro, crie uma estratégia sobre como agir e quando é o momento de parar de comprar e vender no dia.

O que é o Stop Loss?

A função Stop Loss é como um gerenciamento de risco que permite que o investidor automatize a venda de seus ativos e evite perder dinheiro.

Dessa forma, o trader pode calcular e limitar o prejuízo de forma automática, que dão ordens para zerar operações que podem ultrapassar o valor estabelecido.

Quais as vantagens e desvantagens do Day Trade?

Como qualquer estratégia, ela oferece benefícios e riscos para os investidores. Por isso, é preciso analisar os dois lados para perceber se essa é uma boa técnica para seu perfil.

Operações rápidas

No Day Trade as operações são feitas no mesmo dia, portanto, o investidor termina o dia sem estar exposto ao risco de ter prejuízo por muito tempo, afinal, não terá nenhuma ação em mãos.

Além disso, existem muitas oportunidades de curta duração, que somente aqueles que apostam em Day Trade terão a possibilidade de obtê-las.

Alavancagem

Outra vantagem é a possibilidade de operar com alavancagem, ou seja, o limite disponibilizado pela corretora para que o investidor possa operar ordens de compra e venda com um valor bem mais alto do que seu capital disponível.

Isso varia de corretora, mas a alavancagem permite investir até 10 vezes do capital alocado e permite que o dinheiro renda em dois lugares diferentes ao mesmo tempo.

Aumenta possibilidades

Investir em Day Trade faz com que seja possível trabalhar e investir de qualquer lugar além da possibilidade de misturar técnicas e estratégias de investimentos, seja para testar ou aprender com o negócio.

Claro que, como qualquer operação, o Day Trade conta também com alguns aspectos negativos que precisam ser considerados, como: possibilidade de grandes perdas caso o investidor não tenha conhecimento suficiente, prática ou autocontrole para parar no momento correto; necessidade de atualização e estudo frequente para conhecer dos mercados e empresas; demanda tempo e disponibilidade para acompanhar os pregões para identificar oportunidades e ameaças.

Quais os principais investimentos do Day Trade?

O Day Trade permite operações de compra e venda de ações dólar e índices, como o Ibovespa.

As ações são partes de empresas que abrem o capital na Bolsa de Valores; o dólar, diferente de casas de câmbio, você não compra de fato a moeda, mas sim o seu potencial e a tendência que a moeda tem de subir, o mesmo acontece com os índices, que são analisados pelo seu potencial de aumento ou queda.

Para apostar em Day Trade é preciso conhecimento e um pouco de experiência em relação aos investimentos e mercado. Aproveite que você sabe um pouco mais sobre esse investimento e entenda se ele é viável ou não para seu perfil de investidor. Bons negócios!

* Lucas Silva é formado em jornalismo pelo Universidade de Mogi das Cruzes e assessor de comunicação da Red Ventures BR