A AoCubo, plataforma imobiliária desenvolvida para corretores, recebeu um aporte de R$ 1,2 milhão com nomes que incluem Simon Baker e Brian Requarth, cofundadores do Viva Real. A startup foi criada com um modelo de negócios diferenciado: um app para corretores que queiram trabalhar com venda de empreendimentos novos e façam um atendimento mais personalizado para o cliente.

O modelo da AoCubo é baseado na geração, gestão e qualificação dos leads, e que através do seu aplicativo coloca o cliente no momento de compra, em contato com o corretor especializado naquela região. A plataforma tem mais de 9 mil corretores e usa o histórico de vendas desses para saber qual o mais qualificado para atender aquele determinado cliente.

Para Thais Cancian, cofundadora e COO da AoCubo, a startup foi criada devido um gap identificado por ela enquanto trabalhava em uma grande imobiliária do mercado brasileiro. “Do lado da incorporadora existia uma grande dificuldade em acessar um grande volume de corretores, e quanto menos corretores sabiam do produto, menor a chances de executarem vendas.

Já pensando no corretor, existia uma grande dificuldade na busca de informações. Não existia nenhuma plataforma onde ele poderia acessar informações de preços e estoque de diferentes incorporadoras em um único endereço”, acrescenta.

Antes de entrar para o mundo das startups, Ronnie Sang Jr. viveu durante 12 anos estudando e trabalhando nos EUA, acompanhou de perto o declínio e a crise imobiliária nos EUA entre 2008 e 2012 e as movimentações dos empresários no desenvolvimento das startups voltadas para esse modelo de negócio, as famosas proptechs. Quando retornou ao Brasil teve uma enorme dificuldade para adquirir seu primeiro imóvel no país.

Após pesquisar por diversas opções em portais imobiliários populares no Brasil, onde acabava sendo assediado por dezenas de corretores querendo oferecer o que tinham disponível e não a melhor opção, Ronnie pensou em diversas maneiras de capitalizar uma experiência de compra como nos EUA em território brasileiro.

Com foco no cliente, profissionalizando o corretor para garantir uma experiência interessante e garantir a compra do imóvel, em 2016, Ronnie discute e apresenta suas ideias, Luis Eduardo Perna e Thais Cancian se unem e juntos fundam AoCubo.

O atendimento personalizado é um dos diferenciais da plataforma. “Fazemos um match desse possível comprador com um dos nossos corretores, levando em consideração o histórico de venda do representante e as preferências do cliente. Assim entregamos uma experiência única para o profissional e para o comprador que conversa com um agente especializado na região de interesse e garante visitas a residências mais alinhadas às suas necessidades e expectativas”, explica Ronnie, CEO da AoCubo.

Para Simon Baker, Chairman do fundo de investimento CAV Investment Group a aposta do sucesso da startup deve-se a garantia de um serviço integrado para os principais responsáveis pela movimentação do mercado imobiliário: o comprador. “Nada é mais importante para os brasileiros do que sua propriedade, não é a toa que a frase “o sonho da casa própria” é tão popular no país. Cada vez mais as pessoas buscam por uma plataforma que resolva todas as burocracias em um único lugar. Entregar uma plataforma com garantia de um bom atendimento, opções de financiamento e corretores preparados fazem a diferença na hora de assinar os papéis, finalizar a compra e pegar as chaves”.