Vocês sabem que eu adoro gente que consegue admitir os erros, tirar aprendizados e consegue compartilhar o conhecimento, né? Pois foi isso que rolou na minha recente entrevista com o Antonio Neto, fundador e CEO do Parceria.com. Em fevereiro, ele largou o negócio da família em Manaus para trazer para São Paulo seu projeto pessoal. Nem tudo deu certo, mas ele conta que fez seu “dever de casa”.

“Cheguei em São Paulo em fevereiro e tivemos que voltar atrás um pouco. Fizemos um planejamento bacana, mas, quando colocamos em prática, percebemos que houve mais empolgação do que realidade”, conta o empreendedor. O Parceria.com surgiu em Manaus, onde Antonio toca uma espécie de teste piloto do projeto e, ao que tudo indica, a decisão de vir para São Paulo no começo do ano foi precipitada.

“Percebi que tinha que fazer primeiro o dever de casa”, lembra o fundador. A operação em São Paulo foi paralisada e o empreendedor fez uma série de mudanças no projeto em sua cidade de testes, Manaus. “Mudou tudo, incluindo a forma como ganhamos dinheiro.”

Antes, o Parceria.com era uma rede social que buscava fidelizar clientes a lojas. Agora, o projeto funciona como um programa de fidelidade com um esquema de “cashback” –ou seja, parte da comissão recebida pelo serviço pelas vendas concluídas é redirecionada ao cliente que fez a compra.

A reformulação total parece estar dando resultado, já que Antonio topou divulgar alguns números sobre o produto. “Estamos com sete empresas ativas no sistema e já passamos de 4 mil clientes ativos em Manaus. Em média, temos 120 clientes usando o serviço todo dia. O total de dinheiro consumido pelos nossos clientes já passa de R$ 600 mil”, afirma.

As mudanças também permitiram que ele recalculasse sua vinda à São Paulo, agora programada para o início de 2014. “Já temos o escritório pronto e estamos começando a fechar as parcerias. O nosso sistema de ‘cashback’ vai funcionar em todo o Brasil”, conta. “Em São Paulo, a demanda é muito alta.”

Leia mais sobre o Parceria.com: