Florian Hagenbuch faz parte da nova geração de empreendedores brasileiros. Alemão, ele se mudou para o Brasil aos 4 anos e viajou pelo mundo antes de se estabelecer em São Paulo, onde lidera a equipe da Printi, uma gráfica virtual que quer aliar impressões de alta qualidade a preços acessíveis.

A validação na hora de abrir seu negócio veio por meio de investimento de R$ 2,5 milhões. Entre os que já colocaram dinheiro na ideia de Florian estão Fabrice Grinda, fundador da OLX, José Marin, da IG Expansion, Kai Schoppen, da Brandsclub, Florian Otto, fundador do Groupon Brasil e Joe Lonsdale, que foi um dos primeiros colaboradores do PayPal.

Com apenas 26 anos, Florian lidera uma equipe de 17 pessoas e conta que gasta 100% do seu tempo com vendas. “Vendo os serviços da Printi para clientes, a visão do negócio para investidores, as minhas ideias do modelo de negócios para os colegas e assim por diante”, conta.

Leia a entrevista na íntegra:

O que te inspira na vida e no trabalho?

Certamente, me inspiro nos exemplos que tenho na minha família. O exemplo do meu avô, prefeito de uma pequena cidade na Alemanha, e do meu pai, executivo de carreira no mercado brasileiro. Temos em comum a dedicação à família e ao trabalho, a persistência e os mais altos valores éticos e morais.

Você lembra como foi seu primeiro contato com a tecnologia?

Lembro das primeiras aulas de informática no colégio, usando o DOS para carregar aplicativos como o Paint. Depois, foram alguns anos desenvolvendo habilidade com hardware, comprando peças para montar computadores com performance melhor, etc.

O que te fez começar a empreender? Como você se preparou para ser um empreendedor?

O desejo de criar algo me fez começar a empreender. Não há nada em específico que prepara alguém para ser um empreendedor. O aprendizado é “na marra” mesmo, mas uma boa formação acadêmica certamente ajuda.

Quando você começou esta startup, qual foi sua visão de sucesso?

A visão de sucesso é que quando alguém pense em impressão, pense na Printi, e que nossa marca seja associada com rapidez, agilidade e excelente custo-benefício.

No Brasil, todo mundo é meio técnico da seleção e quer escalar o time dos sonhos. Como você fez para escalar o seu time?

As primeiras contratações são as mais difíceis, pois quanto mais estabelecida a empresa está, mais fácil fica de aumentar o time. Usamos uma combinação de indicação de outras empresas, ajuda de investidores e mentores, além de contatos diretos com potenciais candidatos para escalar o nosso time dos sonhos.

Você gasta quanto do seu tempo com vendas?

100% do meu tempo é gasto com vendas. Vendo os serviços da Printi para clientes, a visão do negócio para investidores, as minhas ideias do modelo de negócios para os colegas e assim por diante. Enfim, quem quiser empreender precisa saber vender.

Prefere bootstrap ou empreender com o dinheiro de sócios?

Acho que uma combinação dos dois é a ideal. A fase do bootstrap faz com que a equipe crie uma união muito forte. Montar a primeira versão do site, fazer as primeiras vendas, etc. Tudo com recursos limitados, é uma experiência muito boa para empreendedores. Já para escalar o negócio, certos recursos são necessários. E, como o patrimônio pessoal de empreendedores geralmente não é muito grande, vale à pena trazer sócios a bordo.

Você venderia sua empresa e se desligaria dela? Como isso aconteceria?

Teria que ser uma oferta irrecusável :).

Para onde o mercado brasileiro vai? E as startups vão junto, vão na frente ou vão atrás?

Tendo vivido em diversos países, tenho grandes expectativas para o mercado brasileiro. Enquanto o crescimento de 2012 foi mais fraco que o esperado, os grandes eventos esportivos certamente ajudarão a economia brasileira até 2016. Por natureza, as startups têm que ir na frente, ou seja, crescer mais do que o PIB. Senão teriam um problema ;-).

Você se sente realizado? Já conquistou o sucesso? Sua noção de sucesso alterou conforme a trajetória da startup?

Eu me sinto muito realizado, mas não por causa dos sucessos já alcançados. Para a Printi, temos ainda muito trabalho pela frente para alcançar o sucesso definido acima, e, pessoalmente, ainda tenho muito que aprender e conquistar.

Quais startups te deixam mais feliz como cliente?

Ferramentas de análise para o site: CrazyEgg, KISSMetrics, Qualaroo, SeoMoz e VWO.

Se você fosse se tornar sócio investidor de uma startup, qual ou quais seriam elas?

Estou longe de ser investidor. Se pudesse escolher qualquer uma, seria a VivaReal.

Quais dicas você daria para quem está pensando em empreender uma startup?

Just do it.

LEIA AS EDIÇÕES ANTERIORES DO PING PONG