Autor: Marystela Barbosa

Jornalista formada pela FAPCOM - Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, e pós-graduada em Comunicação Empresarial pela ESPM. É especializada na cobertura dos setores de startups, tecnologia, inovação e empreendedorismo. Atualmente, é Editora do Startupi.

Para concluir o curso, os estudante do Insper Pedro Tormin precisava criar uma startup, que seria o “Trabalho de Conclusão de Curso” dele na instituição. Ele se uniu à Stephanie Edenburg para desenvolver uma solução que, a princípio, começou conectando estudantes a apartamentos próximos das faculdades. Assim, em 2017, nascia a 4 Student, startup brasileira que está se transformando no “Airbnb” dos estudantes e intercambistas. A empresa já recebeu cerca de R$ 650 mil em investimentos desde sua fundação até hoje para, segundo Pedro, se tornar a maior plataforma de experiência para estudantes do mercado. “Nós começamos encontrando apartamentos que…

Leia Mais

A população sênior no mundo está em expansão. Hoje, já são mais de 1 bilhão de pessoas idosas no mundo e, no Brasil, uma população de mais de 31 milhões. Essa parcela da sociedade costuma ter um bom poder aquisitivo, mas carece de soluções que atendam especificamente suas necessidades. Para falar sobre isso, a CBG Seniortech e a FCJ Venture Builder realizarão, no próximo dia 28 de setembro (quarta-feira), o evento “Por que precisamos falar sobre seniortechs?”. O evento discutirá o segmento de consumo que mais cresce no país e que está cada vez mais integrado as novas tecnologias e…

Leia Mais

Mudança estratégica A Sirius Educação anuncia uma mudança em sua direção: Felipe Matos, que até então era CEO da escola, passa a gerir a área de inovação da empresa e Arnobio Morelix, ex-CIO (Chief Innovation Officer), assume a cadeira. Na prática, os dois “trocam” suas funções na direção da Sirius, escola de tecnologia do futuro que dá ênfase na prática e na experiência do aluno, com cursos rápidos e acessíveis. Enquanto Arnobio assume a direção executiva, Felipe Matos passa a direcionar a área de inovação da escola, posicionando a Sirius como a primeira neouniversidade do Brasil. Do analógico ao digital A Rádio…

Leia Mais

Aos 19 anos, Cassio Spina começou a empreender. Com o que conhecimento que adquiriu lá atrás, Cassio se tornou um dos mais importantes investidores-anjo do Brasil. Para conhecer essa história, o Startupi bateu um papo com ele, fundador e CEO da Anjos do Brasil. “Eu gosto de tecnologia desde garoto, sempre fui muito curioso”, conta. Ainda na adolescência, Cassio aprendeu a programar de forma totalmente autodidata. No início da faculdade de Engenharia Elétrica, desenvolveu seu próprio software. “Para mim, eu fazia aquilo quase como um hobby”, conta. Até que uma empresa viu valor nesse “hobby” e quis comprar o produto…

Leia Mais

O número de edtechs no Brasil cresceu significativamente nos últimos anos, especialmente durante a pandemia de Covid-19: foi um salto de 26%, em um mercado com quase 600 startups do segmento no Brasil. E elas estão atraindo os olhares dos investidores, especialmente as em early-stage. A Eduqi, startup que conecta alunos a uma rede de 2.700 professores e mais de 300 disciplinas, acaba de levantar uma rodada de investimento liderada pela RealDeal Ventures, fundo comandado pelo empreendedor e investidor Davi Braga. O valor do investimento não foi divulgado mas, com a participação de 10% do fundo nessa primeira rodada, a…

Leia Mais

A Dasa, maior rede de saúde integrada do Brasil, apresentou esta semana uma série de projetos de inovação com o intuito de democratizar o acesso a saúde e otimizar recursos. “Queremos trabalhar com saúde, não com doenças”, define José Eduardo Levi, Coordenador de Pesquisa & Desenvolvimento da empresa, em um bate-papo com jornalistas. Emerson Gasparetto, Diretor-Geral de Negócios Hospitalares e Oncologia da Dasa, conta que grande parte da inspiração para seus processos a Dasa buscou em outro setor que, como a saúde, não admite falhar: a aviação. “Assim como na indústria de voos, precisamos antecipar soluções e tomar decisões de…

Leia Mais

As family offices de João Kepler e Janguiê Diniz acabam de anunciar a aquisição de 25% da agência Non Stop, especialista em marketing de influência e conteúdo on demand. Além deles, também entraram no negócio a CaptAll Ventures, de Nilio Portella e Túlio Mêne. Com o investimento, a empresa confirma o valuation de mais de R$ 200 milhões. Entre os nomes representados pela Non Stop estão Whindersson Nunes, Gkay, Tirullipa e Simone Mendes. O que parece ser um mercado totalmente distante do universo das startups – em que Janguiê e João Kepler estão totalmente familiarizados -, na verdade faz parte…

Leia Mais

A FCJ, maior rede de venture builder do mundo, acaba de anunciar a criação do Discovery Innovation. O programa permitirá que as empresas deem início à inovação corporativa e se conectem às startups no modelo “sponsorship”, dentro de um ecossistema consolidado de inovação. O objetivo do programa é transformar a cultura e o modo como as lideranças compreendem inovação corporativa. “Queremos fazer com que empresas saiam do estado analógico e se tornem digitais ao se aproximarem do ecossistema de inovação”, explica Paulo Justino, fundador e CEO da FCJ Venture Builder. O diferencial do programa está em ser mais abrangente que…

Leia Mais

Monnaliza Medeiros acaba de completar seus 24 anos. A natalense, que desde sempre foi “inquieta, com personalidade forte”, como ela mesma diz, é hoje referência de liderança entre as comunidades empreendedoras do Brasil. Hoje, ela é head do maior portfólio de startups da América Latina, e sua trajetória até aqui começou muito mais cedo do que a maioria dos empreendedores. Aos oito anos de idade, Monna – como é chamada por amigos e colegas de equipe -, empreendeu pela primeira vez: anualmente, a Paróquia Santa Clara, do bairro de Pitimbú, na capital potiguar, realiza um evento beneficente para arrecadar recursos…

Leia Mais

A Omie, plataforma de gestão (ERP) na nuvem, anunciou recentemente a conquista de um de seus maiores marcos até hoje: a scale-up alcançou 100 mil clientes atendidos em sua carteira. E esse momento não foi por acaso, há anos a Omie mantém um crescimento sustentável e consistente. Somente em 2021, a empresa cresceu 60%, e possui grandes metas para os próximos anos. As estratégias da companhia, fundada em 2013 por Marcelo Lombardo e Rafael Olmos, são pautadas em um propósito claro: destravar o crescimento das empresas no Brasil. A Omie coloca essa missão em prática por meio de um software…

Leia Mais