Corporate Venture Capital da Faber-Castell Brasil realiza terceiro investimento em edtech

Buscando renovar e inovar o ecossistema de edtechs no Brasil, a Faber-Castell acaba de realizar um novo investimento, dessa vez na na Essia, plataforma lançada em 2019 para criação e utilização de materiais didáticos interativos e personalizados, oferecendo flexibilidade para as escolas em seus processos pedagógicos. A empresa investidora segue uma proposta de construir um ecossistema de edtechs (startups no setor de educação) voltadas a oferecer inovações que contribuam com a transformação do ensino no país.

“A educação sempre foi uma importante vocação da Faber-Castell e, por meio de parcerias como essa com a Essia, queremos apoiar o desenvolvimento de startups que criem soluções nas áreas de Criatividade e Educação que estejam alinhadas ao nosso propósito de apoiar na transformação do ensino no país”, afirma Bruna Tedesco, diretora de Inovação e Novos Negócios da Faber-Castell Brasil.

A Essia é a terceira edtech que passa a fazer parte da área de Corporate Venture Capital da Faber-Castell Brasil, lançada em 2020, com o objetivo de investir e apoiar startups que desenvolvam soluções inovadoras no setor de educação e que ajudem a construir um ecossistema de empresas que suportem a transformação em toda a cadeia de ensino, onde hoje a Faber-Castell já tem relacionamento com mais de 10 mil instituições no país.

“E seguimos em busca de outras edtechs que tenham soluções inovadoras, complementares ao nosso portfólio e com alto potencial de impacto no setor. Entendemos que a criatividade e a educação serão essenciais para construir um mundo melhor e, por conta disso, queremos usar a força e o conhecimento da nossa marca para contribuir com essa transformação”, complementa Bruna.

Além da Essia, a área de Corporate Venture Capital da Faber-Castell já tem duas outras edtechs investidas: a Layers Education — que opera como um superapp de educação voltado a proporcionar experiência unificada no acesso a ferramentas educacionais para pais, professores e gestores de escolas — e a Jovens Gênios, uma startup que utiliza inteligência artificial e gamificação para tornar o processo de aprendizado mais lúdico e divertido.

André Matos, CEO da Essia no Brasil, explica: “essa parceria tem um potencial de alavancar ainda mais nossos negócios. O fato de estar dentro de uma empresa com a força e a credibilidade da Faber-Castell vai nos ajudar a abrir porta no setor de educação e escalar o negócio, incluindo a concretização de um dos nossos sonhos, que é o de internacionalizar as operações”, afirma o executivo.

Graças ao aporte recebido pela Faber-Castell, que envolve não só apoio financeiro, mas todo o suporte e consultoria para o negócio, Matos revela que a Essia planeja dobrar a operação, atendendo assim a mais de 300 escolas para 2023, bem como fechar um primeiro contrato internacional. A Faber-Castell lidera a rodada que conta ainda com a participação da Open 100 Startups e investidores-anjos.

Atualmente, cerca de 150 escolas e aproximadamente 30 mil alunos já utilizam a plataforma da Essia.


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.