O Grupo Stefanini, multinacional de origem brasileira presente em 41 países, acelera seu plano de expansão na América Latina com a aquisição completa da Sapia, empresa de tecnologia fundada no Peru em 1984, como Cosapi Data. Após ser adquirida em 2013 pelo fundo Altra Investments, a companhia mudou de nome e se consolidou como um dos principais players de transformação digital do país. Os valores da aquisição não foram revelados.

A decisão do Grupo Stefanini, considerado uma das empresas mais internacionalizadas da América Latina e case de sucesso em transformação digital pela escola de negócios francesa Insead, mostra o apetite para investimentos na região. 

Nos últimos dois anos, a Stefanini Latam registrou um crescimento em torno de 30% ao ano. “A Stefanini está presente no mercado peruano há mais de 20 anos. Com esta aquisição, redobramos nossa confiança no Peru e nos consolidamos como um dos principais parceiros de transformação digital. A solidez financeira do Grupo Stefanini e sua experiência no mercado global permitirão impulsionar novos negócios em toda a região e garantir aos atuais 180 clientes da Sapia um leque mais amplo de ofertas para atender às principais necessidades ponta a ponta, além da possibilidade de rollout nas operações, a fim de trazer mais eficiência e competitividade aos negócios”, afirma Damián Méndez, CEO da Stefanini Latam.

A operação latino-americana da Stefanini conta com mais de 4.000 funcionários e mais de 280 clientes ativos. Além do Peru, a empresa está presente na Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Uruguai, El Salvador, Panamá e Honduras, prestando serviços presenciais nos mercados locais e atendendo a outras regiões, promovendo o talento tecnológico latino-americano.

A empresa tem forte presença nos setores financeiro, tecnológico, telecomunicações, serviços, manufatura e saúde. Do total de clientes da Stefanini na região, mais de 60% são multinacionais, 57% têm mais de 10.000 funcionários e 55% têm receitas acima de US$ 1 bilhão.

“Com a aquisição da Sapia, temos certeza de que atuaremos em sinergia com seus clientes para oferecer soluções customizadas e de alto valor agregado para expandirem ainda mais seus negócios”, destaca Jaime Mourão, country manager da Stefanini Peru.

Crescimento global

Com um projeto de transformação digital reforçado há seis anos com uma série de aquisições em diferentes verticais de negócios, o Grupo Stefanini mostrou, ao longo de 2020, que estava preparado para suportar as necessidades dos clientes e do mercado em meio aos desafios impostos pela Covid-19.

Segundo o fundador e CEO Global do Grupo Stefanini, Marco Stefanini, a pandemia acabou acelerando o processo de transformação digital que as empresas já haviam iniciado. “Com nossa expertise em soluções digitais e vários reconhecimentos do mercado como uma empresa de inovação, conquistamos nosso maior contrato nos Estados Unidos e fechamos o ano com um crescimento de 20% no faturamento global. Nossa expectativa é atingir até o final do ano um faturamento de R$ 5 bilhões (US$ 1 bilhão), resultado da combinação de crescimento orgânico e de aquisições”, ressalta.

No ano passado, a multinacional adquiriu seis empresas no Brasil envolvendo as áreas de analytics, banking, marketing digital e varejo, além de uma empresa de cibersegurança na Romênia. A Sapia é a segunda aquisição do grupo em 2021 e provavelmente não será a última. “Estamos avaliando outras oportunidades no Brasil e no exterior, com grandes chances de manter o nosso projeto de M&A a todo vapor”, finaliza Marco Stefanini.