Já presente no Brasil, a Digital Turbine, adtech focada em descoberta de aplicativos, por meio de inédita tecnologia on-device – ou seja, presente nos smartphones direto da fábrica – anunciou globalmente a aquisição de três outras empresas da indústria de mobile marketing: a norueguesa AdColony, num valor estimado em US$ 400 milhões. Na sequência, a alemã Fyber, por cerca de R$ 600 milhões e por fim, por cerca de US$ 22 milhões, a israelense Appreciate.

O arrojado crescimento transforma a Digital Turbine em uma completa solução para todas as etapas do ciclo de aquisição de usuários e monetização de aplicativos, à disposição de desenvolvedores de aplicativos e anunciantes. Ainda assim, mantém-se um ciclo imparcial e independente, ao mesmo tempo em que oferece escala. “Em cada etapa da busca por usuários e monetização dos apps, uma série de taxas e comissões vão sendo cobradas do anunciante, isso significa que seremos altamente competitivos obtendo todas essas soluções em um mesmo lugar”, avalia Greg Wester, CMO da Digital Turbine.

Greg Wester – Digital Turbine.

A Digital Turbine, presente em mais 600 milhões de dispositivos, oferece uma tecnologia que leva o app para dentro do dispositivo em um novo formato de descoberta de apps, em que o usuário não precisa nem ir até à loja de apps, nem responder a um anúncio.

Com as novas empresas que fazem parte da família, a Digital Turbine oferecerá diferentes experiências de anúncios para os apps que continuarem investindo na monetização por meio de publicidade, mas com menor fricção e qualidade de vídeo diferenciadas, perfeitas para a nova realidade 5G. Completando o ecossistema, a Digital Turbine terá plataforma de monetização e uma DSP de dados combinados, dentro da regulação de privacidade, para turbinar – literalmente – qualquer etapa da performance de um app.

O impacto desse anúncio para o Brasil é essencialmente o equivalente a anunciantes de apps locais terem disponíveis 60 bilhões de bids (leilões) diários para maior conversão mobile com a Appreciate; estarem em meio aos 650 milhões de usuários ativos atingidos por mês com a ferramenta de monetização da Fyber; e por fim, aproveitarem o acesso a 1,5 bilhão de usuários ao redor do mundo mensalmente.