Ir para o conteudo

O que fazer quando seus dados são vazados?

* Por João Paulo Teixeira

As recentes polêmicas envolvendo o vazamento de dados de milhões de brasileiros traz à tona uma problemática ainda pouco debatida, embora muito presente em nossas jornadas digitais: a segurança de nossas informações privadas na internet. O sentimento que tomou a repercussão nas redes foi, em geral, de impotência: como lidar agora que meus dados estão abertos na praça?

É importante entender que, mesmo com os dados uma vez já vazados, o usuário precisa permanecer vigilante – buscando a linguagem popular, não pode “chutar o balde”. Isso porque outras validações ocorrem nesse processo, e é possível evitar determinado uso desses dados. 

Aqui, trago algumas dicas que podem ser úteis para quem ainda está na dúvida, ou já sabe que seus dados foram vazados. Além, é claro, de entender maneiras para que esse tipo de situação não ocorra.

Evite validar seus dados em sites terceiros

Muito se compartilhou sobre sites que sinalizavam se seus dados realmente haviam sido vazados ou não. É importante ter cautela nesse tipo de procedimento. É legítimo que pessoas busquem informações sobre o vazamento de seus dados, mas isso pode implicar em um vazamento ainda mais amplo, utilizado por esses mesmos sites que pretendem trazer transparência. Outra problemática é a validação de seus dados, uma vez que o usuário confirma que os que estão ali são de fato dele. Em outras palavras, é preciso estar atento e verificar se a fonte de validação é de fato genuína, como Banco Central ou Procon.

Cuidado com ligações, mensagens e busque por si mesmo

Uma evidência bastante sintomática de que seus vazados é o surgimento (ou aumento) de ligações, mensagens SMS e e-mails relacionados a possíveis trâmites bancários, dívidas e ofertas. Sabendo que o vazamento recente foi massivo, o usuário deve se assegurar de diversas maneiras antes de clicar em qualquer link. Ainda que alguns remetentes sejam aparentemente seguros, desconfie. É interessante também buscar no Google o próprio nome, para verificar se seus dados foram usados por outrem, de acordo com a resposta da pesquisa. Práticas como phishing e spoofing são bem comuns.

Revise seus cadastros e logins

Sempre que há um vazamento, podemos considerar um lembrete para que modifiquemos nossos logins e senhas. Já expostos a hackeamento em situações corriqueiras, os vazamentos potencializam as chances de invasão. Utilize senhas mais difíceis e seguras, e busque introduzir uma verificação em duas etapas. Isso impede que o vazamento de suas informações ganhe uma dimensão ainda maior como a perda de contas ou algum dano financeiro, além, é claro, do roubo de mais dados pessoais.

Redobre sua atenção

Recentemente, o documentário da Netflix “O Dilema das Redes” viralizou entre o público brasileiro. Ele atenta a algo muito sério e que já é debatido há tempos no setor de tecnologia, que são os usos de dados por parte de grandes empresas, e o quanto expomos nossos dados pessoais, mesmo sem perceber. Esse tipo de lembrete é importante para nos fazer observar o quanto nos expomos normalmente. Com a massificação da internet, o compartilhamento de dados pessoais se tornou algo natural, por vezes até impensado. Avalie antes de introduzir dados pessoais em novos cadastros, pesquise sobre os portais com os quais você compartilha suas informações e evite divulgar dados críticos.


João Teixeira é cofundador e Chief Growth Officer da Certsys. Atualmente está liderando os times de Growth, Marketing e Labs com foco em novos produtos, serviços e parcerias estratégicas. 

Espaço Exclusivo para Empreendedores transmitirem conhecimento, desafios e experiências sobre aceleração, captação de investimentos, planejamento de marketing, escalabilidade, feiras e missões comerciais, internacionalização; know how sobre modelagem de negócios, mentoria, MVP, pivotagem, relação com investidores, com sócios, com clientes…e muito mais!

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.