Ir para o conteudo

Startup especializada na criação de sistemas de negociação e Exchange recebe aporte de R$1,7 milhão

A Wuzu, startup especializada na criação de sistemas de negociação e Exchange, levantou R$ 1,7 milhão em investimentos, dos quais R$ 1 milhão foi ofertado através de crowdfunding e o restante por investidores institucionais. O foco da captação é fortalecer a área de vendas da startup e ampliar os mercados atendidos.

Em sua rodada seed, a Wuzu já recebeu investimento dos fundos Duxx, Superjobs, Bossanova e investidores anjo num total de R$ 3,5 milhões. “O objetivo desta nova rodada é ampliar nossa presença no mercado, atingindo outras frentes, como títulos públicos e energia, oferecendo nossa solução de balcão eletrônico de ativos para mercados ainda carentes nesse quesito”, explica Anderson Nery, CEO da Wuzu.

Anderson Nery, CEO da Wuzu.

A Wuzu possibilita negociações eletrônicas a qualquer ativo padronizável, com infraestrutura de bolsa, na qual é possível criar uma nova plataforma completa em até duas horas. Atualmente, no Brasil, grande parte das negociações de balcão ainda ocorre pelo telefone.

Por sua vez, muitos ativos possuem demanda latente por plataformas eletrônicas, sendo um mercado com grande potencial para a expansão de soluções digitais. Assim, o foco da Wuzu é entregar a plataforma para ser operada diretamente pelas instituições, de maneira acessível principalmente no que diz respeito a prazo e custo.

Além disso, o objetivo da startup é replicar a transformação que a Nasdaq realizou no mercado norte-americano, no início como uma peça na infraestrutura de negociação de ativos ilíquidos (OTC) e depois, evoluir para uma Bolsa de Valores regulada pelas autoridades. A Wuzu auxiliou o BTG na oferta primária e no balcão eletrônico do ReitBZ, provendo a camada de infraestrutura que permite a negociação e registro do ativo.

Os recursos captados na nova rodada de investimentos serão utilizados para expansão especialmente no mercado secundário voltado a cotas de startups, assim que regulado pelas autoridades do setor CVM (Comissão de Valores Mobiliários). 


Quer acompanhar de perto todos os investimentos no ecossistema de startups? Siga as redes sociais Startupi e acesse nosso ranking de investimentos do mês.

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado. Quer falar com a gente? Clique aqui e envie uma mensagem para redação, parceria ou comercial. Mantenha-se atualizado sobre as novidades do Startupi pelas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin.

Matérias Relacionadas

No comments yet. You should be kind and add one!

Our apologies, you must be logged in to post a comment.