Seguindo sua missão de ser a micro venture capital mais ativa da América Latina, a Bossa Nova Investimentos, gestora que investe em startups em estágio pré-seed com atuação em todo território nacional, anunciou o lançamento de um comitê de investimentos internacional em parceria com a Drummond Ventures, braço de investimentos do Grupo Drummond que atua como uma venture builder americana para negócios no Brasil e nos EUA. Juntas, as empresas pretendem investir entre US$ 100 e US$150 mil em cada startup que queira iniciar seu processo de internacionalização.

O comitê será liderado por João Kepler, diretor da Bossa Nova Investimentos, e por Bruno Drummond, CEO da Drummond Ventures, que vão estar ao lado de coinvestidores. Ao todo, entre 10 e 13 startups devem ser selecionadas para o projeto, que tem como missão ajudá-las no processo de internacionalização, criando mais tração para que elas expandam seus negócios para outros países e se consolidem no exterior.

Drummond comemora a parceria e prevê ótimos resultados. “Estamos extremamente felizes e orgulhosos em poder estar ao lado da Bossa Nova Investimentos, a grande responsável por movimentar e aquecer o universo das startups na América Latina, em uma iniciativa que certamente trará mais oportunidades e inovação ao mercado. Nossas expectativas não poderiam ser melhores”, afirma.

Segundo Kepler, esse novo projeto vai ao encontro com as ambições da Bossa Nova, que é cada vez mais fortalecer o ecossistema brasileiro dentro e fora do país. “Acreditamos muito no potencial das soluções criadas aqui e sabemos que com recursos elas podem chegar muito longe. Receberemos inscrições tanto de startups que já foram aportadas por nós anteriormente, como outras que estão no mercado buscando essa expansão. E ter a Drummond como parceiro, que irá auxiliar em todo o processo burocrático que a internacionalização exige, é um excelente diferencial para o projeto”, conta o Diretor da Bossa Nova Investimentos.

As startups interessadas podem se inscrever pelo site.