O Alibaba planeja adquirir uma participação de até 9,99% no grupo suíço de lojas duty free Dufry, disse a Dufry nesta segunda-feira, ao anunciar uma joint venture com a gigante chinesa de comércio eletrônico.

“O Alibaba Group e a Dufry concordaram em entrar em uma colaboração para explorar e investir em oportunidades na China para desenvolver o negócio de varejo de viagem e aprimorar a transformação digital do Dufry”, disse a empresa em comunicado.

A companhia, como muitas outras na indústria de turismo, sofreu impacto da covid-19 e planeja pedir aos acionistas em 6 de outubro que financiem a compra da unidade Hudson por meio de uma nova emissão de ações.

A empresa afirmou que o compromisso do Alibaba significa que agora espera obter receitas de 700 milhões de francos suíços (US$ 763 milhões) por meio da emissão, acima dos 500 milhões de francos anteriormente.

Em agosto, a Dufry concordou em comprar o restante da Hudson por US$ 7,70 por ação em um negócio em dinheiro no valor de cerca de US$ 311 milhões, que retirará a Hudson da Bolsa de Valores de Nova York.

O grupo de private equity Advent International poderá obter uma participação de quase 20% na Dufry por meio da emissão, financiando até 415 milhões de francos.

O Alibaba terá uma participação de 51% na joint venture, enquanto a Dufry ficará com o restante. Juntamente com a busca de oportunidades de crescimento na China, a joint venture buscará ajudar a Dufry a expandir seus negócios no varejo de viagens online, disse o grupo suíço.

Fonte: Agência Reuters