A Allya, startup de benefícios corporativos, acaba de fechar uma rodada de investimento no valor de R$ 7,5 milhões liderada pela DOMO Invest. Os recursos serão utilizados para o aprimoramento de tecnologia e de produto, além do lançamento de novas ferramentas como um assistente financeiro pautado em Inteligência Artificial.

“A área de Recursos Humanos das empresas já passava por uma grande transformação, que foi super acelerada nesta pandemia. Planejar todas as mudanças para esse momento, se adaptar ao home office, zelar pela cultura e comunicação e ainda cuidar do bem-estar mental, físico e financeiro das pessoas não é uma tarefa simples. Nesse novo cenário, oferecer benefícios cada vez mais personalizados e que se adequem à necessidade de cada colaborador parece fazer ainda mais sentido”, explica fundador da startup, Marco Ferelli.

Esse é o grande diferencial da Allya, já que permite que os próprios usuários indiquem os locais onde desejam ter descontos ou benefícios, além de poder contar com toda a rede de parceiros disponíveis na plataforma. Atualmente, mais de 30 mil estabelecimentos em todo o Brasil se encontram ativos na plataforma, dentre eles: farmácias, cursos, delivery, e-commerces, lojas, plataformas de exercício físico, saúde mental, e muitos outros.

Grandes empresas como Accenture, Banco Pan, Suzano, Localiza e MRV utilizam a Allya como parceira de benefícios, que junto com a solução para empresas de qualquer segmento, tamanho e lugar do Brasil alcançam cerca de 900 mil usuários

A ideia com esses convênios corporativos é viabilizar “o salário dos colaboradores render mais”, de modo que possam investir em saúde, bem-estar e em conhecimento para se aprimorarem como profissionais, inclusive. Além de firmar as parcerias, a startup realiza o trabalho de comunicação e cria as campanhas de engajamento por e-mail, em murais ou via pushes em celulares.

Outro braço de negócio que vem crescendo na operação da Allya consiste na criação de clube de descontos para marcas que precisam atrair, relacionar e reter seus clientes. A startup já possui algumas marcas clientes nesse segmento como o Clube Mais Estadão, do jornal O Estado de São Paulo, por exemplo.

Fundada em 2014 pelos empreendedores Marco Ferelli, Welton Brandão, Gustavo Antonelli e Rogério Nogueira, a Allya nasceu com o propósito de otimizar o trabalho do RH na gestão de parcerias e convênios corporativos. Identificou-se essa necessidade de mercado, pois se trata de uma questão relevante dentro das organizações. É muito comum os funcionários indicarem restaurantes, faculdades, cabeleireiros, farmácias, cursos de idiomas entre outros locais para o RH, e a área não ter tempo e nem uma solução adequada para seguir com ações eficientes nesse sentido.

“Esse aporte nos ajudará a tornar nossa solução mais empática com as jornadas de economia das pessoas. Vamos unir curadoria e Inteligência Artificial para habilitar melhores experiências em bem-estar financeiro. O assistente financeiro entende os padrões de gastos e recomenda formas de economizar”, complementa Welton Brandão, fundador e responsável por produto e tecnologia da startup.

Na visão da DOMO Invest, é muito importante que as startups se utilizem de tecnologia para permitir crescerem exponencialmente. Esses atributos fundamentais no que tange às decisões de investimento dos sócios. Além da DOMO Invest, a startup conseguiu atrair grandes figuras do mercado, como o Eduardo Gouveia (Ex-Cielo e Multiplus).

“A Allya, por meio de seus fundadores, conseguiu fazer frente à essa nova dinâmica de atuação, além de pertencer a um mercado em franca transformação. Enfim, acreditamos na transformação de toda essa estrutura de benefícios corporativos e defendemos maior equilíbrio com mais saúde e bem-estar aos colaboradores. Com quase um milhões de beneficiados, certamente, a Allya já é líder nessa transformação”, acrescenta Gabriel Sidi, sócio-fundador da DOMO Invest.