O Fundo de Investimento em Participações (FIP) Aeroespacial anunciou recentemente um aporte de R$ 20 milhões na Kryptus, empresa especializada em desenvolver tecnologia em cibersegurança. Os recursos serão empregados na expansão da atuação da empresa internacionalmente.

O fundo, formado por empresas como a Embraer, apostou na companhia em reconhecimento à sua expertise em tecnologias de defesa críticas que são importantes para os investidores. Atualmente, a Kryptus fornece soluções competitivas e exclusivas para instituições financeiras, empresas privadas e governos no Brasil e em outros países da América Latina e Europa.

“Esse aporte chega em um momento de consolidação da Kryptus, que alcançou lucro recorde em 2019 e, neste ano, tende a superar os resultados do ano anterior. Por isso, avaliamos que é a oportunidade perfeita para ampliarmos nossa atuação para além do território nacional”, afirma Roberto Gallo, fundador e CEO da Kryptus.

A Embraer destaca a importância da escolha da Kryptus como parceira estratégica e beneficiária do aporte. “O investimento contínuo em inovação faz parte do DNA da Embraer e, por isso, acreditamos que é importante incentivar o ecossistema de startups de alta tecnologia no Brasil. A Kryptus é uma empresa altamente qualificada, capaz de desenvolver soluções que se aplicam aos mercados civil e militar”, diz Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

Fundada em 2003,  na cidade de Campinas, em São Paulo, a Kryptus tem entre seus clientes empresas como BSH (subsidiária da BOSCH Gmbh), Claro Brasil (Grupo América Móvil), Certisign, Iron Mountain, iFood e Embraer. Reconhecida pelo Ministério da Defesa do Brasil com o selo EED – Empresa Estratégica de Defesa, é responsável por soluções de nível governamental para a Marinha do Peru, o Exército da Colômbia e o Exército Brasileiro, a Força Aérea, a Marinha, a Agência Brasileira de Inteligência, o Ministério de Relações Exteriores e o Tribunal Superior Eleitoral.