* Por Exame.com

O Google pode estar desenvolvendo projetos um tanto quanto ambiciosos. Entre eles está um par de óculos de sol que projeta hologramas, um relógio inteligente digital, mas com um pé no analógico e um controle de Realidade Virtual que te deixa pegar objetos digitais e sentir o peso deles. Mas, o mais ambicioso de todos talvez seja o de uma tatuagem temporária que, quando aplicada à pele humana, será capaz de transformá-la em um touchpad vivo.

Segundo o site americano CNET, a ideia por trás do projeto é fazer com que a “interação com a tecnologia se torne mais natural”. Batizado de SkinMarks, o dispositivo pode ser aplicado nos dedos ou em outras partes da mão. A tatuagem temporária, de acordo com os pesquisadores da Universidade de Saarland, que foram financiados pela empresa, pode ter a aparência de um acessório ou de uma marca de nascença na mão das pessoas.

Já o óculos de hologramas e o relógio fazem parte de pesquisas do Interaction Lab, iniciativa voltada para ligar experiências digitais e físicas, e é parte do braço Google Research, que visa descobrir novas tecnologias.

O movimento pode ajudar o Google a entrar com ainda mais força no mercado de dispositivos usáveis, como é o caso da Apple, com o AppleWatch, da Samsung, da Amazon e até do Facebook, mas também pode ser uma forma de a empresa coletar ainda mais dados sobre seus usuários.

Os anúncios vistos no mecanismo de busca, personalizados para cada indivíduo, geram em torno de US$ 160 bilhões para o caixa da gigante de tecnologia — e, com mais informações, os anúncios podem se tornar ainda mais assertivos.

Nesta semana, o Google foi processado por registrar o que as pessoas estão fazendo em seus aplicativos mesmo quando elas optam por interromper o monitoramento uma vez que o aplicativo é fechado.

* Por Tamires Vitorio, para a Exame.com